19.1 C
fpolis
19.1 C
fpolis
terça-feira, 16 agosto, 2022

Algo deu errado na casa dos Gucci

Elenco de "Casa Gucci"/Divulgação
Últimas notícias

Algo deu errado na casa dos Gucci

Finalmente assisti “Casa Gucci”, de 2021, que mostra um recorte biográfico da família fundadora da importante grife italiana. O filme é dirigido pelo ótimo Ridley Scott ( “Blade Runner”,” O Gladiador”, “Thelma e Louise”), foi rodado no glamour de Roma, Paris, estação de esqui nos Alpes, traz nomes de talento no elenco como Al Pacino, Jeremy Irons e Adam Driver, reúne aqueles elementos que fazem uma boa trama : ambição, traição e vingança. Então, o que deu errado? Por algum motivo, a junção desses bons elementos não resultou em um grande filme. Não vou culpar Lady Gaga que ficou com o papel da protagonista, Patrizia Reggiani, a ambiciosa jovem de classe média que acaba casando com um dos herdeiros do império, Maurizio Gucci. A pop star, indicada ao Oscar por “ Nasce uma estrela” (2019), se dedicou de corpo e alma à nova personagem  e convenceu até o diretor de seu sotaque italiano. Acho que Gaga tem bons momentos e outros meio caricatos, como a cena em que contrata matadores de aluguel para acabar com o ex-marido, Maurizio. Por falar em interpretação exagerada, Jared Leto está irreconhecível no papel de Paolo, filho do patriarca Aldo Gucci, tio de Maurizio. Também custei a reconhecer Salma Hayeck, interpretando a vidente que acabou tornando-se cúmplice de Patrizia. O roteiro foi bastante fiel à essência do caso, mesmo tendo omitido alguns personagens como a segunda filha de Maurizio e Patrizia , os outros dois filhos de Aldo Gucci e também alguns episódios reais que renderiam grandes cenas, como Patrizia perguntando ao advogado em um jantar o que aconteceria se ela mandasse matar o marido.

O filme é baseado no livro A Casa de Gucci: Uma história sensacional de assassinato, loucura, glamour e ganância, de Sara Gay Forden e desagradou não só à crítica, mas também aos herdeiros do império da moda.

  • “Casa Gucci”, de Ridley Scott, pode ser visto na Prime Vídeo e Now/Net ( veja o trailer)
  • No Discovery +, está disponível o documentário “Lady Gucci”

_________________________

 

 

SÉRIES

Chloe – 06 episódios –  Prime Vídeo

Reprodução/Divulgação

Lendo a sinopse oficial não dá para saber exatamente o que essa minissérie britânica nos reserva. Ela nos induz a pensar que a protagonista é uma stalker comum, alguém que espia a vida de outra mulher por inveja e ambição. A história é mais que isso e vamos descobrindo aos poucos a motivação de  Becky/Sasha para se infiltrar na vida da bela Chloe, casada com um jovem e rico político. Esse misto de drama, investigação e suspense traz um jeito atual ao utilizar a internet e as redes sociais para conduzir o suspense. O final pode frustrar quem gosta de tudo muito às claras.

 

A mulher do viajante do tempo –  1 temporada – HBO

Reprodução/Divulgação

Certamente os fãs de “Outlander” – que estás às vésperas da sétima temporada – correram para conferir esta nova série, onde o casal Henry DeTamble e Clare Abshire , apesar de se amar, enfrenta um grande obstáculo:  ele sofre de um distúrbio genético raro que o possibilita viajar no tempo. Henry é levado aleatoriamente aos momentos mais importantes de sua vida, enquanto Clare se esforça para se readaptar à vida a cada vez que o marido retorna. Ele encara situações perigosas , mas também possibilita aprender com seus erros futuros e passados. Clare tenta se acostumar com a inconstância de seu relacionamento, mas não saber onde e quando Henry está quando ele desaparece a coloca em um constante estado de ansiedade, sempre preocupada com o bem-estar do marido. Os atores são bem conhecidos, os britânicos Rosie Leslie, por “The Game of Thrones”, e Theo James, por “Sanditon”, baseada na obra de Jane Austen.

Obs.: Só não se apegue muito, pois a segunda temporada foi cancelada.

 

Your Honor –  10 episódios – EUA – Paramount +

Reprodução/Divulgação

Nesta minissérie que junta drama e suspense, Bryan Cranston, famoso como Mr. White em “Breaking Bad ”, interpreta  Michael Desiato, um respeitado juiz de Nova Orleans cujo filho adolescente, Adam acaba de atropelar uma pessoa e fugir sem prestar socorro. Michael decide acobertar o crime para proteger o garoto, mas tudo se complica quando ele descobre que a vítima do acidente é o filho de um poderoso chefe da máfia local. O magistrado vai se enrolando cada vez mais, abandonando qualquer resquício de ética ou pudor moral.

 

Your Honor –França – TNT Séries

Reprodução/Divulgação

Para quem gosta de comparar adaptações da mesma história, chegou agora a versão francesa de “Your Honor” (Un homme d´honneur). O nome de destaque do elenco neste remake é Gerard Depardieu, no papel do mafioso que busca vingança pela morte do filho atropelado.

Obs.: A produção original não é americana, nem francesa, é israelense.

_________________________

 

FILMES

Sempre em frente – direção:Mike Mils – 2022 – Prime Vídeo

Reprodução/Divulgação

Considerado um dos melhores atores de sua geração, Joaquin Phoenix tem também a capacidade de selecionar bem os trabalhos que faz. Depois do arrasa-quarteirão “Coringa”, que lhe rendeu o Oscar em 2020, ele escolheu este filme delicado sobre o encontro entre um tio, o jornalista que grava programas sobre a percepção dos jovens a respeito do mundo, e seu sobrinho, o pequeno Jesse, que sonha em ver os pais juntos novamente. Aliás, o estreante Woody Norman, de 13 anos,  faz bonito ao lado de Phoenix. Em preto e branco, seguindo o ritmo tranquilo  e terno que a história pede, “Sempre em frente” agrada a quem gosta de sentimentos mais que de ação nas telas.

 

Seberg contra todos – direção: Benedict Andrews – 2019 – Netflix

Reprodução/Divulgação

Apesar dos elogios da crítica, confesso que não morro de amores pela protagonista Kristen Stewart, mas a história da Jean Seberg merecia um filme. A atriz francesa fazia muito sucesso no seu país ( Acossado, de Godard, por exemplo) quando conheceu um ativista dos direitos civis, Hakim Jamal, nos Estados Unidos. Ela acaba apoiando a causa e tem um caso com Jamal, que era próximo do movimento Panteras Negras. O FBI, empenhado em acabar com o ativismo anti-racista, inicia uma campanha de difamação contra Seberg. Tudo acaba da pior maneira possível. (Na foto, a real Jean e Kristen no papel).

 

Cow – direção: Andrea Arnold – documentário –  Reino Unido- Mubi

Reprodução/Divulgação

Um documentário para quem busca sair dos temas de sempre. O nome, “Vaca”, já indica quem é o centro da história. Sim, a diretora pega sua câmera e acompanha a vida de Luma, uma vaca holandesa leiteira. O longa-metragem começa quando ela tem sua primeira cria -um bezerrinho que rapidamente é tirado de perto da mãe. A partir daí,  a cineasta vai mostrando dois caminhos: de um lado, a solidão e a rotina dolorosa de Luma; de outro, os primeiros passos do filhote na vida dessa fazenda leiteira. O melhor de tudo é que o documentário consegue escapar do recado panfletário.

_________________________

 

EXTRA

Volta ao mundo: Rússia – Cine Belas Artes à la carte – até 21/07

Oito produções russas estão disponíveis no  Belas Artes à La Carte, que abriga o Russian Film Festival – Volta ao Mundo, até o dia 21 de julho.  A programação inclui sete longas metragens de gêneros diferentes como comédia, drama e horror e documentário, além de uma série com onze episódios, uma grande oportunidade para o público conhecer a atual produção do país. Entre os títulos estão “Um fôlego” (2020), “O demônio de gelo” (2021) e “Alguém viu minha garota?” (2020).

_________________________

Do svidaniya!

cronica

Brígida Poli
Jornalista, cinéfila desde criancinha e maníaca por séries de TV desde "Os Sopranos". Não se considera crítica de cinema, pois não consegue deixar o coração de lado na hora de avaliar um filme. Adora falar e escrever sobre o assunto e tenta chamar a atenção para as grandes obras cinematográficas que as novas gerações desconhecem. Concorda com o mestre Federico Fellini quando ele disse que "o cinema é um modo divino de contar a vida".
Mais notícias para você
Últimas notícias

Pavan sai do ninho tucano e sobe o morro da Casa D´Agronômica para confirmar o 10

O governador Carlos Moisés sabe a força que tem e não mede esforços para trazer partidos e políticos para...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }