Novembro 12, 2020

Angela e Elson buscam uma vaga no segundo turno

Angela e Elson buscam uma vaga no segundo turno

Os métodos e estratégias são diferentes, mas o objetivo tanto de Angela Amin (PP) quanto de Elson Pereira (PSOL) é garantir que ocorra um segundo turno na eleição em Florianópolis e que a distância entre eles e Gean Loureiro (DEM) seja atenuada.

Angela tem batido forte no horário eleitoral, nos últimos dias, no que sua propaganda caracteriza como “escândalos na prefeitura”, tendo o prefeito candidato à reeleição como alvo, sem esquecer de pontuar que é um mix que lembra um enredo de folhetim, de investigações policiais ao rumoroso episódio das relações sexuais com uma ex-servidora na sede da Secretaria de Turismo.

Elson, mais contido, lançou uma hastag em que exorta o eleitor a propor o segundo turno na disputa, o que não deixa de ser uma constatação de que os adversários reconhecem a dianteira de Gean, inclusive já captada em uma pesquisa do Ibope, encomendada pela NSC, há uma semana, a conferir como estará agora.

Mas o agora candidato do DEM à reeleição sabe que esta é uma das maiores armadilhas de uma eleição, o já ganhou, capaz de desmobilizar quem já está com o voto definido e até alguns cabos eleitorais, portanto não é suficiente para Gean dormir nas glórias de uma administração obreira.

 

Ah, tem isso também!

No momento atual da campanha, outro fantasma que ronda os favoritos é o voto útil.

O instrumento é estimulado, na maioria das vezes, pela ideia de quem vota de que dá para mudar o quadro ou até mesmo por candidatos que veem suas trajetórias sem chances e, deliberadamente, mandam seus seguidores a despejar votos em quem tem chances de chegar ao segundo turno.

 

Perdeu de novo!

Gean sabe que o potencial de frases como “o primeiro prefeito da história a ser preso pela Polícia Federal”, embora a situação não tenha se confirmado e o demista sequer virou réu na Operação Chabu”, têm efeitos imprevisíveis junto ao eleitor mais conservador.

Mas não devia ter tentado tanto, já que, na noite desta quarta, perdeu mais uma vez na Justiça Eleitoral, quando o TRE negou o recurso em que pedia a retirada da inserção da campanha de Angela em que apimenta a citação à Operação da PF, o caso Ursa (sem citar nomes) ou que existe a acusação de estupro, e a Operação Mecanismo Verde, que bateu na casa e no gabinete do secretário Constâncio Maciel (Finanças), homem de confiança de Gean.

 

DIVULGAÇÃO/MPSC

DAMARES MUDOU!

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, alvo de críticas no primeiro ano do governo Bolsonaro tem se revelado uma outra gestora nos últimos meses. Dias desses, em entrevista ao vivo no programa Melhor Agora, da Band, com Mariana Godoy, disse que sofre preconceito na política e fez uma defesa veemente da condição da mulher em função do Caso Mariana Ferrer e afirmou: “Quantas Mulheres viram o vídeo e terão medo de denunciar agora”. Pois, nesta quarta (11), Damares deu mais uma prova de que assumiu outra postura e elogiou a iniciativa do Ministério Público de Santa Catarina, na pessoa do procurador-geral de Justiça Fernando da Silva Comin (foto), à proposta de alteração do sistema de justiça penal brasileiro, a fim de fortalecer a proteção da honra e da dignidade da vítima em processos de crime sexual, que levará a demanda ao presidente Jair Bolsonaro. Antes, Comin já havia recebido a adesão do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), que levará o assunto ao Congresso Nacional.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!