17.3 C
fpolis
17.3 C
fpolis
terça-feira, 16 agosto, 2022

Animação explica a genética do câncer através do futebol

Últimas notícias

Que o futebol é uma paixão de muitos brasileiros, isso sabemos. Agora, que o esporte foi usado como uma estratégia para marcar um gol no combate ao câncer, é uma novidade. A jogada certeira foi realizada pelo time da Igenomix Brasil na ideia da animação que usa uma partida de futebol como analogia para explicar a genética do câncer e o papel dos genes marcadores tumorais, que são importantes para a medicina de precisão, tornando capaz a detecção de alterações genômicas para um diagnóstico preciso, personalizado e antecipado.

A ideia da animação surgiu porque o oncologista clínico e oncogeneticista Rodrigo Guindalini, consultor científico da Igenomix, já utilizava a metáfora do futebol para explicar aos pacientes sobre os oncogenes, que são os genes ligados ao surgimento de tumores benignos e malignos.

Com o objetivo de informar por meio de uma maneira didática e inovadora para a elaboração do projeto, todo o time da Igenomix se reuniu e foi realizada uma imersão. “Toda a equipe de oncologia, laboratório, atendimento e business se reuniu para planejar essa comunicação, que era nova na Igenomix. Com todos juntos, foi definido como seria o jogo e a sua dinâmica”, destaca a gerente de marketing, Sirlene Zamboni Cervera.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, o Brasil terá 625 mil novos casos de câncer por ano até o fim do triênio 2020-2022. Vários fatores de risco como comportamentos não saudáveis, bebidas alcoólicas e sedentarismo contribuem para o surgimento de células cancerosas, porém, o câncer é uma doença genética que se desenvolve do acúmulo de mutações genéticas com alguns genes do DNA trabalhando como defensores contra o desenvolvimento da doença.

Como em todo o time, existem os genes mais importantes para a defesa do organismo, que são chamados na animação do Igenomix de jogadores titulares, entre eles, o BRCA1, BRCA2 e TP53, assim como também temos os genes causadores da doença que são chamados de atacantes, com o câncer ocorrendo quando a defesa está sendo ineficaz e os atacantes estão vencendo a partida. Para conseguir virar o jogo, os testes genéticos trazem um conhecimento que permite agir para desarmar as jogadas que estão sendo elaboradas pelo time dos atacantes e evitar o surgimento do câncer.

Confira no vídeo:

Mais notícias para você
Últimas notícias

Defesa Civil de SC alerta para temporais e temperaturas baixas a partir desta quarta

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta para a ocorrência de temporais, frio intenso e possibilidade de neve nos...