Fevereiro 22, 2021

Atenção repórteres! Querem limitar a profissão

Atenção repórteres! Querem limitar a profissão
Reprodução

Você que é repórter, já se deu conta que por trás da orientação para não ir às ruas e fazer textos no pátio da emissora, embaixo de árvores, na rua em frente, em cima da laje, pode estar a deliberada intenção de diminuir a importância da profissão?

Se a emissora recomenda que todo mundo use máscara, lave as mãos, mantenha distância, por que você não pratica esses cuidados e vai testemunhar os fatos, como nas principais capitais brasileiras e em quase todo o mundo?

Óbvio que isso tem desembolso de gasolina, de hora extra e, quem sabe, não precisa contratar aquele cinegrafista que deixou a vaga aberta. Diminuição de custos é o nome do jogo e está afetando o conteúdo das emissoras. Também afeta a avaliação do profissional que está desaparecido de certos eventos públicos por orientação da chefia.

Cada vez que a redação pede que o entrevistado mande áudio com depoimento é uma ação a mais para diminuir a atuação do repórter.

E um prejuízo para quem está em casa. As pessoas não aguentam mais o tipo de informação pasteurizada, copiada da internet, sem flagrante.

Sem falar na imagem nacional do Estado. Tem enorme prejuízo porque há muito tempo deixou de frequentar o noticiário de rede. A reportagem está de quarentena, a notícia não.

Você, que é repórter, precisa fazer algo para a profissão não morrer. Saia da toca. Não deixe o chefe falsamente interessado em preservar a saúde, limitar ainda mais as coberturas. Ele não faz falta, a reportagem sim, ainda mais em período tão trágico.

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!