O processo teria começado em 2019, mas foi arquivado por falta de provas. A vítima entrou com uma ação, fazendo com que a investigação fosse reaberta em dezembro de 2020.

Fontes afirmam que o ator de 72 anos é amigo da família da vítima, e que os crimes teriam acontecido enquanto os dois ensaiavam uma cena. A fonte não deu mais detalhes sobre as acusações.