Fevereiro 23, 2017

Atrito em comissão vira ação partidária

A eleição dos postos-chaves da Comissão de Finanças e Tributação na Assembleia foi palco de um pequeno desacerto em cima do que supostamente estava acordado: o presidente Marcos Vieira (PSDB) compôs com o peemedebista Antônio Aguiar para vice e provocou a reação do deputado Milton Hobus (PSD). Da reunião, Hobus seguiu para falar como vice-presidente da casa, Aldo Schneider (PMDB), um colega de conversas regionais, ambos tem base no Alto Vale do Itajaí, para reclamar que a vaga de vice é do PSD.

O desconforto não terminou. Hobus defende que Aguiar renuncie e seja feita nova eleição, pois se desenha um quiproquó. Vieira considera o assunto encerrado. Tanto dito por não dito que é capaz de escancarar certas diferenças entre o presidente estadual do PSDB, Marcos Vieira, com o presidente estadual do PSD, deputado Gelson Merisio. Mas Vieira não costuma misturar as coisas e ações. É pragmático.

 

Não é regra

O princípio de desavenças na Finanças não retrata o bom relacionamento em outras áreas. Tanto que PSD e PMDB têm trocado gentilezas, como no caso da Comissão de Constituição e Justiça, onde o pessedista Jean Kuhlmann insistiu para ter o líder peemedebista Valdir Cobalchini como seu vice, além do convite do líder do governo Darci de Matos (PSD) para que o mesmo Cobalchini ocupe a posição de vice ao seu lado, pedido do governador Raimundo Colombo e do vice Eduardo Pinho Moreira.

 

Fora da sala

O prefeito Gean Loureiro (PMDB) aproveitou uma saída do presidente do Sintrasem Alex Sandro dos Santos, que iria ao banheiro, para conversar sobre pontos do acordo que era costurado na sala da audiência de conciliação com a desembargadora Vera Lúcia Ferreira Copetti, no Tribunal de Justiça. Funcionou em alguns pontos polêmicos, levados mais tarde à assembleia dos servidores, que voltarão a se reunir hoje no 37º dia de greve com indicativo de fim da paralisação.

 

Tendência

O vereador Lino Peres (PT) foi às redes sociais para elogiar o avanço garantido pelo Sintrasem, em nome dos servidores, e dizer que Gean recuou. A história não é bem essa, mas serve para garantir que a greve deve terminar nesta quinta, com volta depois do Carnaval. Confira as propostas em http://www.portalmakingof.com.br/roberto_azevedo/adiado_fim_da_greve_dos_servidores_da_prefeitura_de_florianopolis_.html.

 

DENISE LACERDA/DIVULGAÇÃO

QUESTÃO DE INTERVENÇÃO

A formatura de 26 agentes do primeiro curso de intervenção tática prisional avançado foi prestigiado pela secretária Ada de Luca (Justiça e Cidadania), pelo procurador de Justiça que coordena a inteligência da segurança institucional Sidney Dalabrida e o subcomandante-geral da Polícia Militar coronel João Henrique Silva. A formação é inédita no Estado para agentes penitenciários em intervenções prisionais em momentos de crise, uma garantia à segurança do sistema e da sociedade.

 

Feito

O jurista Alexandre de Moraes, ex-ministro da Justiça, virou ministro do Supremo Tribunal Federal como Dias Tofoli por estar alinhado com o inquilino do Palácio do Planalto. Tofoli já mostrou independência ao se insurgir, inclusive, contra os que o levaram à corte, Lula e Dilma Rousseff. A Moraes cabe seguir o princípio da autonomia do poder e esquecer suas ligações com o PSDB e o presidente Michel Temer.

 

GUTO KUERTEN/DIVULGAÇÃO

SOCIAL E SOCILIALISTA

Foram mais do que juras de amor na reunião entre PSD e PSB, pré-dispostos a estarem juntos em 2018. Deputados, prefeitos e presidentes das duas siglas ouviram em alto e bom som a manifestação do parlamentar Patrício Destro (D), que já antecipou o apoio ao projeto do deputado Gelson Merisio ao governo, e olha que o presidente do partido dele, o ex-deputado Paulo Bornhausen, trabalha pela pré-candidatura também. Bem, todos ouviram, excetoo compenetrado Merisio, sentado à esquerda, na primeira fila, dedicado a dedilhar o celular com algum correligionário mais aflito.   

 

RÁPIDAS

* Na Fiesc, o secretário Luiz Fernando Vampiro (Infraestrutura) anunciou que, até o final do ano, estão previstas 33 inaugurações de pavimentação “que contribuirão para o escoamento da produção e aumento da competitividade da indústria catarinense”, parte do investimento de R$ 4 bilhões na área, que constam do Pacto por Santa Catarina.

 

* Ossos do ofício e da idade: por ser o mais velho, o deputado Narcizo Parisotto (PSC) presidiu nada mais nada menos que as instalações das comissões de Prevenção e Combate às Drogas, Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência, Proteção Civil, e Economia, Ciência, Tecnologia, Minas e Energia, além de estar escalado para comandar as das comissões de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e Ética e Decoro Parlamentar.

 

* Presidente da Frente da Micro e Pequena Empresa no Congresso, o deputado Jorginho Mello (PR) protocolou o projeto que cria linhas de crédito específicas para o setor, que devem variar de R$ 5 mil a R$ 100 mil, com prazo de pagamento para 12 meses e a taxa de juros não podendo ser maior do que a taxa Selic.

 

* Tucano em fuga: o senador José Serra (PSDB) pediu demissão do Ministério das Relações Exteriores por, na versão oficial, estar com um problema de saúde, com dores fortes na coluna, que o impediriam de viajar ao exterior.

 

* Problema tem o presidente Michel Temer, que terá que substituir Serra e o ministro da Justiça. Candidatos e problemas à vista não faltam.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!