Março 25, 2021

Bot reúne informações culturais de Florianópolis no WhatsApp

Bot reúne informações culturais de Florianópolis no WhatsApp

Para os manezinhos (nascidos em Florianópolis), "estimada" é uma forma de se referir a uma pessoa querida, prestativa. Não por acaso, Estimada foi o nome escolhido para batizar o Bot Cultural de Floripa, projeto cultural inovador e pioneiro que está sendo lançado oficialmente agora em março, mês do aniversário da cidade.

A partir da tecnologia dos chatbots, a Estimada reúne uma base de informações e curiosidades sobre cultura, tradições, lugares, passeios, gastronomia, fatos e personagens históricos da nossa cidade. O acesso é feito de forma simples e intuitiva pelo WhatsApp, numa conversa organizada em seções e com o auxílio de menus interativos.

A ideia da Estimada surgiu em 2018, dentro do LinkLab da ACATE (Associação Catarinense de Tecnologia), como resultado do cruzamento entre o estudo da tecnologia dos chatbots e o interesse pelas coisas de Florianópolis.

"Trabalhando junto com apaixonados pela cidade em um projeto de inovação em linguagem de bots, sugeri: 'Já pensou que legal um Bot que em vez de fazer vendas ou cobrança soubesse oferecer informações sobre a Cultura da Ilha? Onde as pessoas pudessem ter acesso fácil a histórias, informações e conteúdos que normalmente são difíceis de encontrar?'", conta o criador, o publicitário Rafael Bittencourt, CEO da Shift. 

Em 2019, o projeto foi aprovado para captação de patrocínio junto à iniciativa privada através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Floripa, via Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes. O desenvolvimento ocorreu ao longo do ano de 2020.

Para a criação e o desenvolvimento da Estimada, a execução do projeto reuniu uma equipe com mais de 30 profissionais. A parte técnica do Bot contou com um time de desenvolvedores e especialistas em inovação do ecossistema catarinense de tecnologia.

A parte de pesquisa e produção de conteúdo, coordenada pelo editor e gestor de produtos digitais Alexandre Gonçalves, reuniu um time de jornalistas reconhecidos por relevantes serviços prestados ao jornalismo cultural da cidade: Dariene Pasternak, Marcos Espíndola, Daniel Silva e Ulysses Dutra. O jornalista Rodrigo Stüpp, conhecido e premiado pelo seu trabalho como "Guia Manezinho", também colaborou nas etapas de pesquisa e produção de verbetes, que são mais de 400 nesta primeira etapa.

Para conversar com a Estimada é só "chamar no Whats" com acesso fácil pelo endereço bot.floripa.com. Ao clicar será aberta a caixa para envio de uma mensagem para iniciar a conversa com o bot.

Tags:
web
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Onze LG Gd

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!