Portal Making Of

Campanha pela alimentação saudável nas escolas lança cinco mini documentários

Foto: Reprodução

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), juntamente com a ACT Promoção da Saúde, o Instituto Desiderata e a FIAN Brasil, deram início à segunda fase da campanha “Comer bem na escola: uma lição pra vida toda”.

Assinada pela agência Repense, a campanha conta com um novo filme para a TV, além de cinco mini documentários, que serão veiculados em redes sociais, apresentando histórias positivas e inspiradoras de escolas que conseguiram incorporar iniciativas e políticas para promover a alimentação saudável.

A ação visa conscientizar a população para um problema grave: o aumento do consumo de produtos alimentícios ultraprocessados por crianças e adolescentes. Conforme indicado no estudo “Mortes prematuras atribuídas ao consumo de ultraprocessados no Brasil,” conduzido por pesquisadores do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (Nupens/USP), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Universidade de Santiago do Chile, o número de óbitos associados a esses produtos chega a aproximadamente 57 mil por ano.

“A infância e a adolescência são um período extremamente importante para o desenvolvimento do ser humano e para a construção de hábitos para a vida toda. Por isso, é essencial ampliar o debate sobre as políticas públicas para a alimentação saudável no ambiente escolar e a necessidade de regulamentação do que é oferecido e vendido às crianças e adolescentes nesses espaços, tanto na rede pública como nas instituições privadas”, afirma Giorgia Russo, consultora técnica do Idec.

“Mais que uma campanha, é um movimento em prol da alimentação saudável como forma de aprendizado no ambiente escolar. Nesta fase estamos mostrando diferentes histórias e casos de sucesso relacionados ao assunto em diferentes lugares do Brasil. A temática é das mais importantes e muito cheia de aprendizados para todos nós”, comenta Daniel Chagas, head de criação da Repense.

Assim como na primeira fase da campanha, os interessados no tema podem acessar o site “Comer Bem na Escola” e demonstrar seu apoio por meio de um “mapa de likes”.

 

*As informações são do Portal Propmark

 

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.