13.8 C
fpolis
13.8 C
fpolis
sexta-feira, 20 maio, 2022

CERVEJA EM CÁPSULA

Últimas notícias
CERVEJA EM CÁPSULA
LG/Divulgação

Fabricante de eletrodomésticos LG também entrou no fantástico mundo da fabricação de cerveja. Mas para isso não montou nenhuma fábrica da bebida. Está sim, desenvolvendo uma espécie de cafeteira elétrica que produz cinco variedades de cerveja (IPA, APA, Stout, Witbier e Pilsen). A informação é do site de tecnologia SlashGear.

A aguardada HomeBrew funciona com cápsulas que possuem malte, levedura, óleo de lúpulo e aromatizante. É só pressionar um botão e o trabalho de fermentação, carbonatação e maturação da bebida passa a ser feito automaticamente. O processo leva até duas semanas e através de um aplicativo de celular é possível acompanhar a evolução da bebida. A capacidade da HomeBrew é de cinco litros de cerveja por lote.

Outros equipamentos parecidos já estão sendo testados pelo mercado. Um deles foi desenvolvido pela Heineken e apresentado ao mercado no final de 2017.

_____________________

 

CONTEXTO CERVEJEIRO

 


Elevate/Pexels/Divulgação

Três iniciativas das últimas semanas estão movimentando o cenário cervejeiro de Santa Catarina – e ajudando a criar um ambiente ainda mais propício ao desenvolvimento do setor. Em Florianópolis o prefeito em exercício, João Batista Nunes, assinou o projeto de lei que regulamenta a instalação e produção de microcervejarias artesanais e brewpubs em áreas não residenciais do município. Segundo a prefeitura, a iniciativa deve desburocratizar a abertura de empresas e dar segurança jurídica aos empresários, além de permitir a expansão da produção das empresas que já operam na cidade.

Integrantes do Núcleo de Cervejeiro Artesanais da Associação de Micro e Pequenas Empresas de Brusque (AmpeBr) criaram a primeira cooperativa cervejeira do Sul do país. A entidade deve organizar os pequenos produtores e auxiliar na compra de insumos e na fabricação de lotes da bebida. Jornal O Município apurou que a intenção é montar uma fábrica para a produção terceirizada (cigana, como se fala na indústria cervejeira) ainda em 2019.

em Schroeder, empresários ligados a Associação Empresarial da cidade criaram um Núcleo Cervejeiro. A entidade já nasce com 13 associados, planejamento estratégico definido e parcerias com Sebrae, Facisc, entre outras entidades. Antes mesmo da criação oficial do Núcleo, cervejeiros caseiros e pequenos empreendedores já haviam defendido a criação Lei Municipal com programa de incentivo às micro e nanocervejarias artesanais, brewpubs e outras empresas do segmento. A iniciativa foi aprovada pela Câmara de Vereadores.

_____________________

 

BEERTRAIN

 


Bodebrown/Divulgação

 

Coluna já comentou aqui sobre o famoso Beertrain, iniciativa da curitibana Bodebrown. Nesse sábado (15) tem o último passeio do ano, com a participação especial das cervejarias Wychwood (Inglaterra) e Brewdog (Escócia). Durante o passeio o público vai aproveitar música e cervejas especiais, que vão ser harmonizadas com queijos, chocolates, frutas, pretzels e pães.

O trem parte da capital paranaense e segue até Morretes no litoral do estado, um dos roteiro mais bonitos do mundo segundo o jornal inglês The Guardian. O percurso atravessa um trecho preservado da Mata Atlântica, passando por rios cachoeiras, desfiladeiros e muito verde da Serra do Mar. Os ingressos podem ser adquiridos pela internet no site da Bodebrown.

_____________________

 

MEXENDO COM OS SENTIDOS

 


bhofack2/iStock/Reprodução

O administrador da maison Krug uma das mais famosas da França, passou os últimos dias no Brasil para divulgar o novo Gran Cuvée 166Ème. A bebida é elaborada a partir de 120 vinhos de 13 safras diferentes, num trabalho que pode levar até vinte anos. O custo médio da garrafa no exterior é de aproximadamente R$ 500.

Em entrevista para a Revista Isto É Dinheiro, Olivier Krug também deu algumas dicas preciosas para que gosta de apreciar champagne ou um bom espumante: O horário ideal para consumir a bebida seria por volta das 09h da manhã porque neste horário “o paladar está limpo”. Outra dica é harmonizar o champagne ou espumante não apenas com boa comida, mas com música da melhor qualidade. Estudos de neurociências, encomendados pela maison, indicam que a música certa pode proporcionar ainda mais prazer durante o consumo da bebida.

Jefferson Douglas da Silva
Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, tem mais de 30 anos de experiência em telejornalismo, comunicação corporativa e governamental. Estuda o setor de bebidas desde 1995, tendo formação em coquetelaria (Senac), produção de cerveja artesanal (Escola Superior de Cerveja e Malte) e produção de gin (Inovbev/Esalq). É sommelier de cachaças (Inovbev/Esalq), sommelier de gins (Inovbev/Esalq) e vem se aperfeiçoando no setor de vinhos e espumantes (Enocultura/WSet). Desde 2018 escreve no Portal Making Of sobre ações de marketing do setor de bebidas, curiosidades do mercado (local, nacional e mundial) além de inovações e tendências na área de alcoholic beverages.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Congresso ACAERT tem início neste domingo com palestra de Hamilton Mourão

O 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, que a Acaert - Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }