Portal Making Of

A volta do Zorro, um diretor estreante e o Brasil no tapete vermelho

O justiceiro mascarado está de volta (Foto: Divulgação)

Começamos as novidades da semana nas plataformas com um clássico! Criado em 1919 , pelo escritor norte-americano Johnston McCulley, o personagem fez tanto sucesso na literatura que foi adaptado para o cinema já um ano depois. Em 1920, Douglas Fairbanks vestiu capa e máscara e fez grande sucesso em “ A marca do Zorro”. De lá pra cá, o cinema nunca mais abandonou as aventuras de Don Diego Vega, filho de família rica da Califórnia, que se transforma no justiceiro mascarado para defender o povo do governo opressor. Foram dezenas de filmes, com atores como Tyrone Power, Alain Delon e Antonio Banderas.

Agora, a Amazon Prime Vídeo traz mais uma versão do valente espadachim que marca os bandidos com seu Z.  Filmada nas Ilhas Canária, a série de produção  EUA-Espanha, vem com dez episódios e tem o espanhol Miguel Bernardeau, conhecido pela série ‘Elite’, no papel título. A trama de ‘ O Zorro’ foi atualizada e as mocinhas, como a amada de Don Diego, Lolita Marquez, não torcem mais o tornozelo fugindo dos bandidos. Agora elas surgem empoderadas, como mandam os tempos atuais.

Vamos ver se um herói humano, sem super poderes, ainda consegue encantar o público. Dá-lhe, Zorro. (Veja o trailer)

_______________________________________________________________________

The Kitchen – direção: Daniel Kaluuya – 2023 – Netflix

Daniel Kaluuya, já provou ser ótimo ator ao vencer o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, em 2018, por’ Judas e o Messias Negro’. Fez sucesso também em “Corra!”. Agora, ele estreia na direção na maior aposta de início de ano da Netflix. A trama é ambientada em Londres no futuro, lugar onde a população mais pobre vive em um imenso conjunto habitacional chamado “The Kitchen”. Izi é o homem que tenta sair de lá levando Benji, um menino de 12 anos que perdeu a mãe e está sozinho no mundo. Para isso, a dupla terá que enfrentar a divisão de classes e a polícia local.

 

 

Hypnotic – Ameaça Invisível  – direção: Robert Rodriguez – 2023 – Prime

O filme que esperou vinte anos para sair da  gaveta, tem gerado elogios e decepções. O sonho de realizá-lo era do diretor cult mexicano, Robert Rodriguez. Na trama que mistura suspense e sobrenatural, Ben Affleck é um detetive em busca da filha desaparecida, enquanto se depara com eventos estranhos. Quem o ajuda a entender os acontecimentos perturbadores é a vidente interpretada pela nossa Alice Braga. O público parece ter gostado de “ Hipnotic”, mas ele já é considerado o maior fracasso da carreira de Affleck. A conferir.

________________________________________________________________________

OS ARRASA-QUARTEIRÕES NAS PREMIAÇÕES

Estamos no período das premiações do cinema e da TV nos EUA. Quando o assunto é filme, elas são consideradas o termômetro para o grande  fecho dos premiações em março, o Oscar.

Levando essa prévia em consideração, quem está melhor no páreo para a grande conquista da estatueta dourada?

  • Oppenheimer tem batidos seus principais concorrentes, ‘Assassinos da lua das flores’, de Martin Scorsese, e “ Barbie”,  campeão de bilheteria no ano, na categoria Melhor Filme.

 

  • Christopher Nolan, diretor de Oppenheimer, tem levado todas também.

 

  • Cillian Murphy ganhou QUASE todas como Melhor Ator por sua atuação como Robert Oppenheimer. O “culpado” da falta de unanimidade para Cillian foi Paul Giamatti que tirou Bradley Cooper, Leonardo DiCaprio, Colman Domingo e Jeffrey Wright da jogada no Critics Choice Awards, importante evento onde os nominados são escolhidos por críticos de cinema.

 

  • Robert Downey Jr. , até onde minha memória alcança, não perdeu um prêmio de Melhor Ator Coadjuvante até agora por seu trabalho em ‘Oppenheimer’. É a barbada do Oscar este ano.

 

  • Para tirar ‘Oppenheimer’ da categoria ganha-tudo, a atriz que vem vencendo é Lily Gladstone de “Assassinos da lua das flores’. Primeira mulher indígena a ser premiada como Melhor Atriz, Lily usou uma das línguas dos povos originários dos Estados Unidos para agradecer o troféu que recebeu no Globo de Ouro. Ela foi criada dentro da Reserva Indígena Blackfeet, no estado de Montana. Depois de estudar atuação em Seattle, atuou em produções como Certas Mulheres (2016), Billions (2016) e First Cow – A Primeira Vaca da América (2019).

 

  • Da’Vine Joy Randolph, atriz e cantora não muito conhecida no Brasil, levou todos os prêmios de Melhor Atriz Coadjuvante por ‘Os Excluídos’ até agora.

 

 

Nas premiações para os melhores da TV, três produções estão arrasando:

  • Succession vem vencendo todas nas categorias Melhor Série de Drama, Ator[ Kieran Culkin], Atriz [ Sarah Snook], Ator Coadjuvante [ Matthew Macfadyen] e direção.

 

  • Treta vem arrebanhando todas as estatuetas nas categorias Melhor Minissérie, ator [Steven Yeun] e atriz [Ali Wong].

 

  • O Urso, causando uma certa polêmica pela classificação como comédia, também vem fazendo bonito como Melhor série de comédia, ator [Jeremy Allen White], Atriz[ Ayo Edebiri], Ator Coadjuvante [Ebon Moss-Bachrach].

________________________________________________________________________

MODA BRASILEIRA  BRILHA  NO TAPETE VERMELHO

O interesse nas cerimônias de premiações do cinema e TV já começa no tapete vermelho! Eu adoro assistir e comentar. Acho que todo mundo aguarda a chegada das estrelas para apreciar seus looks. Tem até enquetes para saber quais os favoritos do público. Marcas internacionais famosas  costumam disputar as atrizes que vão usar seus modelos.

Este ano, a moda brasileira este presente nas principais premiações com a marca Alexandre Birman. Celebridades brilharam na passarela com os looks da grife. Olhem só:

No importante Emmy Awards, realizado segunda-feira (15), atrizes como Aubrey Plaza, da série “White Lotus”, usou um modelo na cor Oro.

Aubrey Plaza

 

Taraji P. Henson, que concorria a Melhor Atriz convidada em série de comédia, em “Abbot Elementary”, escolheu um vestido na cor Rame.

Taraji P. Henson

 

Na cerimônia do Critics’ Choice Awards, ninguém menos que Emily Blunt, Abby Elliott , da série “ O Urso” e a atriz Elizabeth Debicki, premiadíssima por sua interpretação como princesa Diana, em The Crown, também brilharam com os modelos Alexandre Birman.

Emily usou um vestido vermelho – para mim, um dos mais bonitos da noite – já Abby apostou no modelo metalizado dourado.

Emily Blunt, e Abby Elliott

 

Elizabeth, presente na festa do BAFTA, escolheu uma bota preta em suede, complementando seu elegante  visual.

Elizabeth Debicki

________________________________________________________________________

*Fotos: Divulgação/Reprodução

 

THE END

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Oppenheimer, o homem do momento

Se Barbie é a mulher do momento, Oppenheimer é o cara ! O filme baseado na história de um dos personagens mais polêmicos do século

Charles Dickens, Bergman e Milan Kundera

As infinitas possibilidades da obra de Dickens Charles Dickens, o mais popular dos autores ingleses, teve vários romances adaptados para as telas, entre eles, “Oliver