Fevereiro 26, 2021

Lockdown em SC: Confira quais são os serviços essenciais

Lockdown em SC: Confira quais são os serviços essenciais
Reprodução

O Governo de Santa Catarina anunciou na noite de ontem, 25, um novo decreto suspendendo o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira, 26, até as 06h de segunda-feira, 1º.

O texto também prevê o fechamento de atividades não essenciais no próximo fim de semana, entre as 23h de 5 de março e 06h de 8 de março. 

A decisão é mais uma medida do Executivo estadual para reforçar o enfrentamento ao coronavírus em um momento de agravamento da situação sanitária em Santa Catarina.

Mas, afinal, quais são as atividades que poderão ou não funcionar? Em decreto anterior, o 562/ 2020 , o governo relacionou o que é considerado essencial no estado e que, portanto, deve continuar funcionando.

Confira abaixo:

-assistência à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares;

-assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

-atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

-atividades de defesa civil;

-transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;

-telecomunicações e internet;

-captação, tratamento e distribuição de água;

-captação e tratamento de esgoto e lixo;

-geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, além de produção, transporte e distribuição de gás natural;

-iluminação pública;

-produção, distribuição, comercialização e entrega de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;

-serviços funerários;

-vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;

-prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais;

-inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;

-controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;

-compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras;

-correios;

-transporte e entrega de cargas em geral;

-serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center);

-fiscalização tributária e aduaneira;

-fiscalização ambiental;

-monitoramento de construções e barragens que possam acarretar risco à segurança;

-mercado de capitais e seguros;

-atividades de advogados e contadores que não puderem ser prestadas por meio de trabalho remoto;

-imprensa;

-fretamento para transporte de funcionários das empresas e indústrias cuja atividade esteja autorizada;

-tele-entrega (delivery) de alimentos;

-transporte de profissionais da saúde assim como de profissionais da coleta de lixo;

-agropecuárias;

-manutenção de elevadores;

-atividades industriais;

-oficinas mecânicas;

-serviços de guincho;

-unidades de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Tags:
Covi-19
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!