Portal Making Of

Crea-SC participa de ação voluntária para emitir 97 laudos técnicos no RS

Cerca de 20 profissionais do Crea-SC se uniram a Ação Voluntária Integrada CreaSul, realizada de 2 a 5 de julho em Canoas (RS), para vistoriar escolas e unidades de saúde danificadas na enchente de junho deste ano.

Canoas foi uma das cidades mais atingidas na catástrofe e lá foi aplicado conhecimentos de engenharia para inspecionar 40 escolas e 11 Unidades Básicas de Saúde (UBS), resultando na emissão de 97 laudos técnicos e 77 ARTs humanitárias.

O trabalho contou com a participação de 76 profissionais dos três estados do Sul coordenados pelo engenheiro Marcelo Suarez Saldanha (Crea-RS), líder do Programa Solidário Reconstruir-RS.

Entre os profissionais, havia 41 engenheiros civis, 11 engenheiros eletricistas e 11 engenheiros mecânicos, além de especialistas nas áreas naval, florestal, ambiental, química e da geologia. O retorno dos profissionais do Paraná e de Santa Catarina aos seus estados está previsto para este sábado, 6.

“Tenho certeza da excelência da atuação de todos os envolvidos neste projeto, pois já recebi relatos muito positivos dos colegas que estão em campo”, afirmou Kita Xavier, presidente do Crea-SC, que está em Brasília participando de reuniões no Confea.

A engenheira Nanci Walter, presidente do Crea-RS, reforçou que “em Canoas, nosso foco é trazer informações precisas sobre os danos às escolas para que possamos determinar em quanto tempo as crianças voltarão às salas de aula. Estes laudos serão importantes para traçar as ações futuras”.

Já o engenheiro Rogério Bonini Ruiz, que fez parte da comitiva que estava no RS, disse que “é uma situação devastadora, um cenário de guerra. Só participando para saber. Esse primeiro passo foi dado e servirá de base para as cidades ao redor de Porto Alegre, que enfrentaram o mesmo tipo de problema”.

“Esta iniciativa reforça a importância da colaboração entre diferentes áreas da engenharia para garantir a integridade e a funcionalidade das construções públicas, beneficiando diretamente a comunidade local”, finaliza Kita Xavier.

A equipe foi composta pelos seguintes profissionais:

41 engenheiros civis

11 engenheiros eletricistas

11 engenheiros mecânicos

1 engenheiro naval

1 engenheiro florestal

1 engenheiro ambiental

1 engenheiro plástico

8 engenheiros químicos

1 geólogo

 

 

 

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais