18.5 C
fpolis
18.5 C
fpolis
domingo, 29 maio, 2022

Daniela melhora o discurso sobre a saúde

Últimas notícias
Daniela melhora o discurso sobre a saúde
ISAC NÓBREGA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Não duvide que mesmo a governadora em exercício Daniela Reinehr (sem partido) foi pega de surpresa com o resultado do Tribunal Especial de Julgamento aos afastar o governador Carlos Moisés (PSL), ato que exigiu uma rápida adaptação ao novo cenário que a beneficia no campo político.

O grande desafio de Daniela está em adequar o discurso com a prática em meio ao momento mais delicado da Covid-19 no Estado, tanto que o tripé estabelecido por ela será o empenho máximo para aumentar o número de imunizados contra a doença, trocar o controverso tratamento precoce por atendimento rápido – atuar imediatamente aos primeiros sinais da doença – e reforçar a negativa ao lockdown, que seria um desastre para a economia do Estado.

Segurar o ímpeto dos mais radicais, que depositam na governadora em exercício mais do que uma expectativa, o desejo de cumprimento de uma pauta mais conservadora, está, desde já, fora dos planos, talvez com um leve retoque nas postagens nas redes sociais, que apareciam em outubro e novembro do ano passado, mas sumiam logo em seguida em função do patrulhamento e da reação ruidosa da claque.

A perspectiva é boa de que Daniela imprima um novo ritmo, mais leve e de trabaho ostensivo no enfrentamento da pandemia.

 

Pouca mudança

Com a experiência que adquiriu na passagem anterior pelo governo, Daniela deve mudar pouco o secretariado, com quem se reúne nesta quarta (31) e só depois deverá conversar com a imprensa.

Nem precisa se preocupar com alguns nomes, como Eron Giordani, André Alves, Lucas Esmeraldino, Juliano Batalha Chiodelli e Jefferson Douglas da Silva, que já foram exonerados a pedidos, respectivamente, da Casa Civil, Casa Militar, Articulação Nacional, adjunto da Casa Civil e Comunicação, devidamente registrados no Diário Oficial, que chegou a circular com um adendo na segunda (29).

Sobre os secretários-deputados, nada ainda no front.

 

Horário

Daniela assume o governo, na prática, às 11h30min, quando assina o livro e é comunicada do afastamento de Moisés.

Não há solenidade de posse porque não existe transmissão do cargo.

 

Presságio

A audiência do Fórum Parlamentar Catarina, em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro já estava marcada com antecedência e caiu no colo da governadora em exercício como sinal de presságio.

A pauta era vacinação, combate à pandemia, rodoviais federais no Estado, só que Daniela aproveitou para ficar mais próxima de Bolsonaro à véspera de reassumir o governo.

 

Piscadinha

Deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania), que presidia a sessão da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid-19 na manhã desta terça (30), confirmou que recebeu o convite de Daniela Reinehr para assumir a pasta da Saúde.

Em resposta à coluna sobre ter aceitado ou não, enquanto falava baixo para não atrapalhar os trabalhos, foi sucinta: “Estamos conversando!”

 

Sem ele

O ex-deputado Gelson Merisio provocou alívio de A a Z ao dizer que é opositor e não está “montando” o governo de Daniela Reinehr.

A preocupação veio de depois quando ele confirmou que conversou com muita gente, principalmente Daniela, e , é claro, com o deputado Laércio Schuster (PSB), que sentenciou o afastamento de Moisés.

 

Aliás!

Laércio Schuster reclamou que não tinha acesso ao governador, que foi preterido na composição da Defesa Civil e que, pelas mãos do colega Jerry Comper (MDB) colocaram um futuro rival na disputa por uma cadeira na Assembleia à frente da importante pasta.

Deu a entender que era o último dos aquinhoados, mas estranha-se que, no Diário Oficial, há exoneração de cinco indicados por ele para postos na administração estadual, entre eles uma pessoa escalada apenas para pôr o nome dele em eventos e festas.

 

ISAC NÓBREGA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

MUDANÇA DE HÁBITO

A imagem emblemática do encontro do Fórum Parlamentar Catarinense com o presidente Jair Bolsonaro em dia de seis mexidas na Esplanada dos Ministérios, inclusive com a substituição do poderoso Fernando Azevedo e Silva, da Defesa. Todos, presidente, ministros, assessores, senadores e deputados estavam de máscara, embora a aglomeração para a foto fosse inevitável para enquadrar um time deste tamanho. O adereço não era comum em eventos no Palácio do Planalto há poucas semanas. A propósito, a deputada federal Angela Amin (PP) assume a coordenação do Fórum em substituição ao deputado federal Daniel Freitas (PSL) pelo sistema de rodízio entre os parlamentares.   

 

Prestígio

Tudo bem que o anúncio de R$ 343 milhões para a Segurança Pública era uma grande atrativo, porém chamou a atenção a mesa lotada de deputados de todos os matizes na presença do governador Carlos Moisés, na Casa d’Agronômica, na segunda (29).

Depois, Moisés ainda aumentou a força do ato com o anúncio da Medida Provisória que abre crédito de R$ 1,5 bilhão para empreendedores individuais, micro e pequenos empresários. A caneta estava cheia às véspera do afastamento, sinal de que vai lutar para retornar.

 

Time

Está no Diário Oficial a lista com os nomes dos que comporão a “equipe mínima de pessoal” que assessorará o governador Carlos Moisés.

Ao todo, nove do quadro funcional, entre eles juliano Chiodelli.  

 

DVULGAÇÃO

“SARGENTO LIBERAL”

O deputado estadual Sargento Lima costuma fazer coro ao discurso de ser um conservador nos costumes e um liberal na economia e agora assinou a filiação no PL, do senador Jorginho Mello. Foi recebido com muito entusiasmo, depois que se livrou das amarras do PSL. Quem sabe não será conhecido como “Sargento Liberal”, importante reforço no projeto de Jorginho para 2022. Depois, o padrinho do novo partido levou o deputado estadual a conversar com o presidente Bolsonaro, a cereja do bolo.  

 

Alerta 

Prefeitos das principais cidades e capitais brasileiras fizeram um alerta à população e ao governo federal sobre o combate à pandemia.

O mote é vacinação, o problema é convencer aos governantes e à população. Veja o vídeo:

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 37 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Jesse Koz e Shurastey serão homenageados com pintura e dog park em BC

O influenciador Jesse Koz e o cão Shurastey, que morreram em um acidente de trânsito nos Estados Unidos, na...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }