Novembro 06, 2020

Daniela vive a realidade do poder

Daniela vive a realidade do poder
JULIO CAVALHEIRO/SECOM

Longe das postagens que publica e deleta ou do patrulhamento dos mais conservadores, a governadora interina Daniela Reinher, diante de assessores e de representantes do setor produtivo, debateu ações para diminuir os efeitos da estiagem, que atinge Extremo-Oeste, Meio-Oeste e Serra Catarinense.

Um choque de realidade necessário para estabelecer que administrar um Estado transcende polêmicas ou pressões ideológicas e sugere medidas práticas.

Aliás, a questão sazonal da estiagem merece uma política mais sólida no Estado devido aos prejuízos que causa ao agronegócio, um dos carros-chefes da economia do Estado e o maior gerador de divisas para Santa Catarina.

 

Com Bolsonaro

Depois da passagem por Brasília, Daniela terá novo encontro com o presidente Jair Bolsonaro em menos de 48 horas, desta vez na agenda oficial em Florianópolis nesta sexta (6).

Apoiadora declarada de Bolsonaro, Daniela pode ser brindada no discurso com algum anúncio durante a cerimônia de formatura de policiais rodoviários federais, na universidade corporativa da instituição, embora tudo indica que, se  falar com os jornalistas, o presidente dará ênfase à eleição nos Estados Unidos, cada vez mais difícil para o republicano Donald Trump, preferido do chefe de Estado brasileiro.

 

Segura

Teve candidato a prefeito pelo Estado afora que ensaiou verdadeiras caravanas par estar próximo do presidente Jair Bolsonaro, em Florianópolis.

A nove dias das eleições, melhor correr mesmo.

 

Não se enganem

Os erros de Donald Trump no combate à pandemia e seu negacionismo diante da força do Coronavírus, mais o ativismo que levou milhares a votar, 67% dos aptos em um país onde o voto não é obrigatório, principalmente pelo Movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), são as maiores causas do avanço do democrata Joe Biden.

Em jogo, nos EUA e aqui, está a defesa da democracia e do voto, maior regulador de qualquer tentativa de se perpetuar no poder.

 

GONZALO PEREIRA/DIVULGAÇÃO

GESTOS PESAM NA POLÍTICA

Quem disse que Carlos Moisés não gosta ou não quer fazer política, saiba que o encontro com o presidente da Assembleia, deputado Julio Garcia (PSD), está cheio de simbolismos que contradizem esta máxima. Afastado do cargo por uma manobra que inclui dois pedidos de impeachment, e que teve forte participação de Julio, Moisés não só cumpriu uma visita institucional como ressaltou o papel do Legislativo em um documento, uma clara manifestação de abertura de porta para novos tempos. Antes disso, com sorrisos e troca de palavras em um ambiente de amenidades, o governador afastado, de barba por fazer e mais à vontade, terá que vencer os dois obstáculos em tribunais especiais de julgamento. A cordialidade faz parte da educação, mas não é permanente na política, tampouco como resultado de uma bem-sucedida conversa de 40 minutos, marcada ainda por elogios à deputada Paulinha da Silva (PDT), que era líder do governo na casa.

 

Nos bastidores

Moisés passou pela Assembleia e foi bastante cumprimentado por servidores do Legislativo.

Nos gabinetes, houve quem arriscou um “volta logo”, algo que seria inimaginável para quem frequenta o Palácio Barriga Verde, onde o clima é de ódio explícito contra o agora governador afastado.

 

Dupla exposição

Candidato à prefeitura de Blumenau, o deputado Ivan Naatz (PL) anunciou que está contaminado pelo Coronavírus, pegou a Covid-19.

Se não fosse na campanha, seria no plenário da Assembleia, onde antes das restrições anunciadas esta semana, reinava a ausência do uso da máscara, talvez porque os deputados devem ter confundido imunidade parlamentar com imunidade ao vírus. 

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 35 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!