20.8 C
fpolis
21 C
fpolis
quinta-feira, 26 maio, 2022

Eleger prioridades é uma questão de competência

Últimas notícias
Eleger prioridades é uma questão de competência
Foto: Paulo Mueller

Apunhalada pelas costas. No mesmo dia em a FIESC (Federação das Indústrias de Santa Catarina) e Grupo ND lançam abaixo-assinado por investimentos nas BRs, na com a presença de lideranças empresariais, de autoridades e de representantes da sociedade civil de Santa Catarina, o Governo federal corta R$ 40 milhões de rodovias catarinenses. A medida foi publicada no dia 29 de novembro na Portaria 13.959 e retira R$25 milhões da BR-470, no Vale do Itajaí, e R$14,6 milhões da BR-163, no Oeste do Estado. Parece que em Brasília tem gente brincando com as prioridades e colocando por terra todos os votos recebidos nas últimas eleições aqui no Estado. Que fique o alerta para as próximas eleições, pois quem apoia quem não tem competência para governar mesmo acima dos interesses do seu próprio Estado não deveria ocupar uma cadeira como representante do Estado nas próximas eleições.

 

Contradições. Santa Catarina recebe a boa notícia que terá mais gás natural disponível em 2022, pois A ANP (Agência Nacional de Petróleo e Biocombustíveis) autorizou a construção do Terminal Gás Sul (TGS), na Baía de Babitonga, porto de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, porém recebe também a projeção de reajuste de 48% na tarifa do gás natural a partir de 1° de janeiro de 2022 e isso preocupa a indústria de Santa Catarina. A estimativa de aumento é da SCGás e o percentual precisa ser aprovado pela Agência Reguladora (Aresc), porém está muito além do razoável para ser ajustado as planilhas de custo do setor industrial e, posteriormente pelos consumidores, pois é no bolso dos consumidores que os reajustes vão se acomodar na forma de inflação e roubar o poder aquisitivo.  Só neste ano o gás natural já industrial acumula alta de 82%.

 

Destroçados pela incompetência. Um “líder” incompetente tende a ser autoritário e ter medo de sombra, por isso costuma chamar para trabalhar pessoas que aceitem ficar embaixo dos seus pés (porque ao seu lado seria inadmissível). Esse líder chama pessoas subservientes e que caibam na sua própria limitação e, sem freio, a incompetência se alastra pelos cargos e órgãos públicos, a subserviência aceita e confirma as más ações e o país vai sendo destroçado. Os indicadores econômicos (inflação, dólar, preço dos combustíveis, custo de vida, etc.) apontam para isso, os indicadores sociais também (aumento da fome, desigualdade, insegurança alimentar, pessoas na rua, etc.). Somando a esse quadro desalentador para a economia o corte de verba para as rodovias e o aumento do gás natural, que representa para alguns segmentos da indústria 30% dos custos de produção são só exemplos do que pode acontecer quando alguém senta numa cadeira e recebe a caneta mais importante do país, mas sem se preocupar em se preparar para o cargo ou ter a humildade de chamar assessores competentes.

 

Arquivado. Caiu por terra o projeto que permite ao governo enquadrar opositores como terroristas foi arquivado. Ao invés de combater os problemas econômicos e sociais do país de forma prioritária, os aliados desengavetaram um projeto do Presidente Bolsonaro visando coibir as manifestações e reivindicações democráticas. Não por acaso o caos que começou com a má gestão da pandemia pelo Governo Federal se alastra por todo o país.

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Protocolado o pedido de reunião extraordinária da executiva do MDB

Pouco antes das 15h, desta quinta (26), chegou à executiva do MDB, na sede do Diretório Estadual, em Florianópolis,...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }