Março 01, 2021

Figueirense x Concórdia, um serviço abaixo da crítica

Figueirense x Concórdia, um serviço abaixo da crítica
Reprodução

Torcedor sofre. Não bastasse não pode ir ao estádio, ter que continuar em casa em dia de chuva, pior só ficar diante da tela tentando ver Figueirense x Concordia. O serviço da NSC, enfatizado como “de graça” no Globo.com, deixou muito a desejar. Aquela bolinha no meio indicando “busca de sinal” apareceu na tela tanto quanto os 22 jogadores.

Foi uma tentativa da NSC para compensar os torcedores por não transmitir as primeiras rodadas do Catarinense na TV aberta, mas com certeza acabou irritando quem tentou se conectar pela internet. As reclamações nas redes sociais foram em grande número.

Quem insistiu em ficar no jogo ainda teve que enfrentar um também atraso irritante entre áudio e vídeo.

 

Rádios

 

E ainda para completar, a queda de luz no estádio e as duas interrupções do jogo no segundo tempo, pioraram as coisas. As rádios e o pessoal do áudio do serviço de streaming ficaram sem conteúdo por um bom tempo, sem ter o que falar.

A grande motivação por manter o futebol com todos os riscos para os jogadores, comissão técnica e envolvidos na operação dos estádios, é oferecer entretenimento nestes tempos difíceis. Para isso, a NSC tem que oferecer um serviço bem melhor do que o de hoje, que já foi sofrível também no jogo que transmitiu na primeira rodada, Avaí e Metropolitano. 

    

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!