Portal Making Of

Gean Loureiro se movimenta em direção a Dário Berger em Florianópolis

Passado uma semana do anúncio da saída do União Brasil da coligação do prefeito Topázio Neto (PSD), o ex-prefeito Gean Loureiro, presidente estadual da legenda licenciado, se reuniu na terça-feira, 25, com o ex-senador e pré-candidato a prefeito de Florianópolis pelo PSDB, Dário Berger, para uma provável aliança entre os dois partidos.

Constâncio Maciel e Nelson Mattos Junior, presidente e vice do União Brasil da Capital, também estavam no encontro. Na conversa, foram colocados os motivos para que o UB saísse do grupo de reeleição de Topázio e membros do União Brasil colocaram as condições para o apoio a Dário.

Na coletiva de anúncio, Gean Loureiro já tinha deixado claro que a saída aconteceu por causa da perda de espaço que seu partido teve na coligação e na administração do prefeito de Florianópolis.

Gean também colocou pontos sobre áreas importantes de uma administração pública que o partido não abre mão que esteja no Plano de Governo do candidato, coisa que foi muito bem aceita por Dário Berger.

O resultado dessa primeira conversa será levada para uma discussão interna com outros membros do União Brasil para que um novo encontro seja marcado, coisa que deverá acontecer já na próxima semana.

Gean Loureiro já conversou por telefone com o pré-candidato a prefeito do PP, Pedrão Silvestre, e deve se reunir com ele nos próximos dias para apresentar uma proposta de coligação e ouvir de Pedrão o que ele pensa sobre a eleição e sobree a administração municipal.

Na tarde dessa quarta-feira, o ex-prefeito de Florianópolis vai para o Oeste de Santa Catarina se encontrar com o deputado federal Fábio Schiochet para cumprir uma agente do partido naquela região.

 

OUTRA REUNIÃO

Paralelamente a reunião de Gean com Dário, aconteceu um almoço em Florianópolis entre os deputados estaduais Sérgio Guimarães, Jair Mioto e Marcos da Rosa com o presidente estadual do UB, Fábio Schiochet, para contestarem a saída do partido do grupo de Topázio Neto (PSD).

Eles acreditam que a saída soa como uma ingratidão com o PSD, já que estiveram com Topázio desde o início, o PSD aceitou ficar com a vaga de vice de Gean nas eleições estaduais de 2022 e a manutenção da parceria pode ajudar em outros municípios.

Os vereadores Dalmo Menezes, Dinho e Josimar “Mamá” Pereira também entendem que hoje seria muito difícil entrar na eleição deste ano trabalhando contra o prefeito Topázio, haja vista que o partido sempre esteve no apoio ao governo.

Agora resta saber quem terá mais força para manter a sua tese e se realmente a oposição vai conseguir formar uma grande frente para disputar a eleição de Florianópolis contra o grande grupo de Topázio Netto e Jorginho Mello (PL). 

 

 

 

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais