Dezembro 01, 2020

Globo demite correspondente nos EUA e outros jornalistas

Globo demite correspondente nos EUA e outros jornalistas
Reprodução

A Globo demitiu nesta terça-feira, 1, jornalistas veteranos, que estavam há muitos anos na emissora. Entre eles, o correspondente internacional Luis Fernando Silva Pinto (foto acima), que trabalha no canal desde 1986, baseado em Washington, nos Estados Unidos.

Na emissora, Silva Pinto cobriu eventos históricos como a libertação dos reféns americanos no Irã, a morte de Anwar Sadat, a invasão do Líbano por Israel, a Guerra das Malvinas, os conflitos na Irlanda do Norte, o encontro de Reagan com Gorbachev, o terremoto em El Sal e a queda das Torres Gêmeas, em 2001. Recentemente, ele participou da cobertura das eleições norte-americanas.

Também deixam a casa profissionais que atuavam nos bastidores: Cristina Piasentini, diretora de jornalismo em São Paulo, há 12 anos no cargo, Meg Cunha, chefe de redação na capital paulista; Maria Thereza Pinheiro e Teresa Cavalleiro, que atuavam na área de Projetos Especiais; e Marco Antonio Rodrigues, o Bodão, que era coordenador de afiliadas da rede e ainda participava do Bem, Amigos, do Sportv, como comentarista - ele estava na emissora há 31 anos.

De acordo com o site Notícias da TV, as dispensas são consequência da aposentadoria de Silvia Faria, número dois da hierarquia do Jornalismo da Globo. Ela será substituída em janeiro por Ricardo Villela, atualmente diretor-executivo de Jornalismo.

Todos eles trabalham até o próximo dia 31.

Tags:
comunicacao
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!