18.7 C
fpolis
18.7 C
fpolis
quinta-feira, 30 junho, 2022

Globo impõe regras para funcionários durante período eleitoral

Últimas notícias

Com as eleições se aproximando, a Globo está alertando os funcionários sobre o que podem ou não fazer durante o período eleitoral. Em comunicado interno, divulgado nesta terça-feira, 24, pela Folha de São Paulo, a emissora informou que não proíbe o apoio deles a candidatos, desde que isso não seja vinculado à empresa.

Conforme a Folha, os funcionários não podem “se candidatar ou integrar campanhas” de quaisquer candidatos ou partidos políticos se estiverem no ar em alguma atração. Isso não impede, no entanto, que eles declarem apoios em ocasiões como entrevistas ou eventos.

Os que os funcionários não podem é vincular seus posicionamentos à Globo. Atores, por exemplo, não podem ligar personagens que interpretam a um candidato ou partido. No caso dos apresentadores, eles não têm permissão para traçar paralelos políticos diretos em relação aos programas.

À Folha, a emissora afirmou que “não apoia qualquer candidato” e que sua “política interna sobre eleições é ainda mais rigorosa do que a lei, em linha com sua posição de neutralidade e isenção”.

“Não existe uma proibição de manifestações políticas pessoais dos talentos artísticos, mas elas têm que ser feitas no âmbito privado do talento e não podem comprometer a percepção do público sobre a isenção da empresa”, diz a nota.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Em áudios, Guimarães xinga funcionários em reuniões da Caixa; ouça

Gravações de reuniões na Caixa Econômica Federal, divulgadas nesta quinta-feira, 30, pelo portal Metrópoles, mostram o agora ex-presidente do...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }