16.3 C
fpolis
16.3 C
fpolis
quinta-feira, 30 junho, 2022

Irreverência – Miss Tatto Floripa e Miss Gay Florianópolis 2021

Últimas notícias
Irreverência - Miss Tatto Floripa e Miss Gay Florianópolis 2021

Com 124 inscritas para participar do Miss Tattoo Floripa 2021, a jovem Jéssica Borges, de 28 anos, foi a escolhida para carregar o título pelo próximo um ano.

A final, baseada nos quesitos personalidade, opinião e beleza, ocorreu no último sábado, dia 28, no Meraki – casa do estilista Gesoni Pawlick – e contou apenas com a presença da organização e jurados.  Jéssica é moradora de Governador Celso Ramos, no litoral catarinense, e atua como maquiadora e criadora de conteúdo. 

 

Com 19 tatuagens espalhadas pelo corpo, a vencedora diz que além de apreciar os traços, é uma consumidora de conhecimento sobre tatuagens. “É muito mais do que um desenho na pele, há um estudo, há personalidade, tanto do tatuador quanto da pessoa que está sendo tatuada”, comenta a jovem. 

Sobre o título, Jéssica diz que se sente muito lisonjeada. “É muito significativo pra mim. A pandemia mudou totalmente os meus planos, e esse concurso devolveu o brilho aos meus olhos, me trouxe novas perspectivas e a chance de eu entrar com tudo na carreira de tatuadora, que é o meu objetivo”, diz Jéssica.

Com um próximo ano cheia de trabalho como Miss Tattoo Floripa, Jéssica diz que pretende carregar com ela várias outras mulheres, que se sente representante de um grupo muito especial. “Quero mostrar que tatuagem não define caráter, ou torna alguém menos profissional no local de trabalho! E que rivalidade feminina não leva a lugar nenhum, juntas somos melhores”, comenta.

Já reconhecido por dar visibilidade à mulher tatuada, empoderar meninas do mundo todo e permitir que as representantes usem sua fama para defender causas, o concurso consolida-se cada vez mais no mercado nacional.  “Com esse espaço, a Miss Tattoo Floripa pode celebrar a diversidade, a tolerância, a sororidade”, diz Claudia Dalpiaz, organizadora do evento. 

O concurso também revelou a 1ª princesa, Maíra Benassi, de 33 anos, moradora de Ilhabela/SP e a 2ª princesa, Agatha Amoris, de 26 anos, moradora de Florianópolis/SC.

*****

 

1ª representante de Floripa no Miss Gay SC

O convite para representar Florianópolis e participar do Miss Gay SC 2021 foi aceito com muita honra pelo ator manezinho Maikon Andretti, de 31 anos, que dá vida à personagem Aline Paddle (Foto Victor Hugo Silva).

“Jamais imaginei que a Aline pudesse chegar aonde chegou, e vejo esse convite como mais um desafio e como uma confirmação de todo o esforço e trabalho que vivi desde a construção da personagem no teatro”, conta Andretti, que é a primeira Miss Florianópolis Gay e vai participar da 1ª edição do concurso em Santa Catarina.

Ele é um dos treze candidatos que representam cidades catarinenses na busca pelo título. A escolha da Miss Gay SC acontece às 19h do dia 11 de setembro na cidade de Blumenau, no Vale de Santa Catarina.

 

Desafios e o apoio da família

“Lembro quando o Pietro (Pietro Fernandes é responsável pelo evento em SC) me ligou convidando para representar Florianópolis, fiquei super honrado com o reconhecimento e topei na hora”, relembra o ator que sempre contou com o apoio da mãe Efigênia Andretti.

“Agradeço a Deus a mãe que tenho. Ela é minha principal fonte de apoio em todos os sentidos. Sempre apoiou minha inclinação para o mundo das artes e me incentivou nos estudos de teatro. Sem falar que ela ama a personagem Aline Paddle, às vezes diz que sente falta dela, como quem fala de uma filha”, compartilha.

           

Expectativa para o concurso

Andretti adianta que caso seja escolhido para representar Santa Catarina no Miss Gay Brasil servirá de porta-voz dessas questões LGBTQIA + para comunidade E a sociedade como um todo.

O criador da Aline Paddle diz que é difícil conseguir patrocínio financeiro para mais esse desafio. No entanto, é grato pela ajuda de muitos parceiros, como do produtor teatral Lucas Schuster, do fotógrafo Victor Hugo Silva, da produtora Luanda Wilk e do estilista Bruno Ferrera na preparação para o concurso estadual.

“Todo o investimento está saindo do meu bolso. Ficaria honrado em receber aporte financeiro para custear o vestido de gala, cabelos, viagem, alimentação e estadia em Blumenau para poder representar bem a Capital de SC no estadual e quem sabe ser escolhido para representar o nosso estado no Miss Gay Brasil, que acontece há 40 anos e nesse ano será realizado na cidade mineira de Juiz de Fora”, completa.

Conheça mais nas redes @maikonandretti e @alinepaddle.

*****

 

Camerata na Catedral

A Camerata Florianópolis dará mais um passo importante esta semana no retorno gradual aos seus espetáculos. Na noite desta quarta-feira (1/9), com a regência do maestro Jeferson Della Rocca, ela volta a se apresentar para o público, desta vez na Catedral Metropolitana, às 20h.

 

O concerto será gratuito e a distribuição dos ingressos ocorrerá uma hora antes, seguindo regras especiais que visam garantir a segurança do público e seguindo as normas anunciadas pelas autoridades da saúde do Estado na semana passada.

*****

 

De Munique para o Brasil

Para quem gosta de cerveja e não abre mão de ter novas experiências, nada mais interessante do que se deparar nas prateleiras dos supermercados de Santa Catarina com uma marca com mais de 600 anos! Criada em 1397, a cervejaria Spaten chega mostrando que expertise, qualidade e sabor andam juntos para se manter sempre atual e surpreendente, seja em Munique ou, agora, no Brasil.  

 

A Ambev apresenta não apenas um dos rótulos mais tradicionais do mundo, mas uma puro malte diferente de todas as conhecidas no país. Do estilo Munich Helles, Spaten tem sabor forte, mas na medida capaz de conquistar não só quem não abre mão de uma cerveja marcante como também quem está acostumado com cervejas mais leves.

 

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa e Santa Catarina: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Sessão Especial na Alesc vai celebrar 90 anos de fundação da ACI

A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) - Casa do Jornalista será homenageada pela Assembléia Legislativa de Santa Catarina, em...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }