13.8 C
fpolis
13.8 C
fpolis
sexta-feira, 20 maio, 2022

José Trajano lamenta extinção da ESPN Brasil

Últimas notícias
José Trajano lamenta extinção da ESPN Brasil
Foto: Divulgação/ESPN Brasil

A ESPN Brasil deixa de existir na TV fechada a partir desta segunda-feira, 17. A nomenclatura, que existe no país há 26 anos, será modificada visando a padronização internacional marca. O Grupo Disney também encerrá o Fox Sports.

O jornalista José Trajano, um dos fundadores da ESPN Brasil ao lado de Laércio Roma e Júlio Bartolo, lamentou o encerramento do canal em suas redes sociais. 

”Quando o relógio passar da meia noite, esta marca não existirá mais. 27 anos de muita história, luta, perseverança, lágrimas, vitórias, derrotas, camaradagem, sangue nos olhos, momentos inesquecíveis para quem começou ou se revelou ali.A história se faz.E eu,em lágrimas, me calo!”, escreveu Trajano em sua conta no Twitter.

Com a mudança, a ESPN Brasil passa a se chamar ESPN

 

Claiton Selistre
Publisher, colunista e owner do Portal Making Of, é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário, além de coordenador do comitê editorial da RBS em Santa Catarina. Antes atuou na Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há sete anos.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Congresso ACAERT tem início neste domingo com palestra de Hamilton Mourão

O 18º Congresso Catarinense de Rádio e Televisão, que a Acaert - Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }