Dezembro 17, 2020

Julio anuncia repasses ao Executivo

Julio anuncia repasses ao Executivo
REPRODUÇÃO/ZOOM

Bem-humorado e sem querer potencializar a crise que marcou o ano na política catarinense, aparentemente contornada, o presidente da Assembleia, deputado Julio Garcia (PSD), anunciou o repasse de mais R$ 113 milhões dos cofres do Legislativo ao Executivo catarinense, em coletiva na manhã desta quinta (17), na Sala de Imprensa do Palácio Barriga Verde.

Ao todo, as economias, e de acordo com Julio, resultado o esforço de deputados e de servidores da casa, somam R$ 173 milhões em repasses só em 2020 – outros R$ 60 milhões já haviam sido encaminhados para combate à pandemia e aos estragos climáticos causados durante o inverno.

Sobre a pandemia, Julio disse que tomará vacina que o médico dele indicar e lembrou a capacidade ímpar da economia catarinense ao seu recuperar em função dos efeitos da doença: “Fomos o último (Estado) a entrar na crise e o primeiro a sair!”

 

Relacionamento

A produção legislativa aumentou 25% em 2020, afirmou Julio, mesmo com a ressalva de tempos complicados na política, que não impediram o trabalho dos deputados na análise de projetos e na sua proposição, uma fato, pois todas as estruturas do Estado funcionaram em meio à CPI dos Respiradores e dois processos de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL) e a vice Daniela Reinehr (sem partido).

Para Julio, os atritos com o Executivo se deram por falta de “convivência política” e que não é possível qualquer alinhamento sem isso.

 

Melhor quadro

Julio disse que o Legislativo ofereceu o melhor quadro para Moisés na Casa Civil, Eron Giordani, que é uma figura completa para fazer todo o tipo de articulação e compreensão do que Executivo e Legislativo devem compartilhar.

Mas sobre o futuro líder do governo, provavalemente o deputado José Milton Scheffer (PP), Julio foi categórico: “Quem escolhe é o governador, não a Assembleia!”

 

“Conselheiro”

Perguntado se ele havia sido o grande conselheiro dos deputados para chegar ao consenso do novo presidente da casa, Julio disparou que foi “conselheiro no Tribunal de Contas, não tenho conselho a dar, são todos extremamente competentes e amigos”.

Para o presidente da Assembleia, que deixa o posto em 1º de fevereiro do ano que vem, a articulação de Mauro De Nadal e Moacir Sopelsa, ambos do MDB, que dividirão o próximo comando do Legislativo, foi acertada e bem conduzida, e que caberá a ele retornar à planície, expressão cunhada para tratar o plenário, longe da mesa que dirige as sessões. 

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Jornalista com 36 anos de profissão. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, editor-chefe, chefe de Redação, gerente e diretor de Jornalismo na RBS TV (Blumenau e Florianópolis), hoje NSC TV; na TV Record (Florianópolis) e na Rede TV Sul (hoje SCC SBT); comentarista na RIC TV (hoje NDTV) e na Record News; editor de Política e colunista no Diário Catarinense (DC), e colunista no Notícias do Dia (ND). Atuou nas rádios União AM e FM (Blumenau e Florianópolis) e na Rádio Record da Capital. Atualmente, além do Making Of, faz comentários na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e é diretor de Conteúdo na TVBV (Band).
  • Youtube

Comentários