Março 31, 2021

Me leva que eu vou!

Me leva que eu vou!
Foto Adriel Douglas

Vanessa Slovinski e Dani Sá aderiram ao movimento da sustentabilidade na moda e estão à frente da curadoria e operação do brechó chic "Me leva que eu vou", que envia peças para todo o Brasil.

Nas araras, uma seleção que vai do básico ao fashion, incluindo grifes famosas que tornam-se mais acessíveis neste modelo de consumo consciente. Vale uma espiadinha no instagram das gatas, o @melevaqueeuvou|_fln, para garimpar tendências que elas mesmas atualizam nos stories. 

*****
 

Casa MIDI     Foto Mayara Quirino

Falando em moda, a Casa MIDI está de casa e cara nova, no entanto, segue com a mesma essência, desde quando foi inaugurada em janeiro de 2018 no MULTI Open Shopping, no Rio Tavares, em Florianópolis. De acordo com os sócios-proprietários Letícia Vargas e Marcelo Lopes, a ampliação para uma loja maior, mesmo durante o período de pandemia, foi uma decisão assertiva.

 

Reflexão acertiva   Foto Darline Santos

"Mesmo sendo um período muito desafiador, fizemos uma reflexão e confiamos na solidez da empresa para atravessar situações como essa, e tivemos tempo para executarmos as ações de melhoria que há tempos pensávamos em colocar em prática", conta Letícia.

A Casa MIDI segue o legado da antiga marca, a MIDI Concept, que trouxe conforto, sustentabilidade e estilo ao mesmo tempo para o lifestyle do Sul da Ilha de SC, apresenta ainda mais opções no mix de roupas masculinas e femininas. Além dos produtos de outras marcas e as novidades de peças com corte de alfaiataria da confecção própria, a loja apresenta mais opções de acessórios e a ampliou o mix de opções na linha infantil.

"A ideia de ampliar nosso espaço físico foi para suprir algumas demandas dos nossos clientes de produtos, mais opções de acessórios por exemplo, e também para que a experiência do cliente, que é nosso foco principal na loja física, fosse ainda melhor. Assim teremos um estoque maior, mais provadores, mais opções de produtos e embalagens", compartilha Letícia.

A loja focada na sustentabilidade, slow fashion e valorização de marcas locais, ocupa agora um espaço de frente para o boulevard central, emprega quatro vendedores, um freelancer e um gerente. O atendimento é de terça-feira a sábado, das 10h às 22h e no domingo e segunda-feira, das 13h às 20h.

 

O nome Casa MIDI

Letícia explica que o nome MIDI já era o mesmo da marca e que tem relação com o cumprimento que se aplica a diversas peças como saia, vestido e calça. Ela acrescenta ainda que essa expressão de atemporalidade, que foi usada por séculos em muitos tipos de peças e que fica confortável tanto no inverno quanto no verão, são aliados de um estilo que eles gostam.

"Acrescentamos o nome CASA antes do MIDI porque ao longo desses três anos a loja física diversas vezes parecia uma casa, trocando ideias com clientes e fornecedores, além de que o nosso atendimento é voltado para que o cliente se sinta assim, realmente em casa. Por isso temos nosso balanço, nosso atendimento acolhedor, nossa playlist brasileiríssima, e tudo mais", completa. 

*****

 

Descanso merecido

Cuidar da saúde é o "forte" do casal Jessica Meurer Ferreira e Artur de Castro. Ela enfermeira, ele Personal Trainer, passaram todo esse ano de pandemia atendendo pacientes e alunos com todos os cuidados recomendados.

Depois de tanto trabalhar, conseguiram tirar uns dias de descanso em um refúgio lindo no Ceará. Escolheram Jericoacoara, no meio da natureza, para curtirem um pouco e voltar prontos para mais trabalho!

*****

 

Dia dele

Quem comemora mais um ano de vida neste último dia de março é nosso querido Rodrigo Dias, também conhecido carinhosamento por Dodô, do Quinteto S/A. Feliz aniversário, extimado! Saúde, swingue e saudades!

*****

 

Tags:
social entretenimento Floripa Florianópolis gente festas eventos agenda
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Yula Jorge

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. 
Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.

Comentários

Rancho Açoriano

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!
Onze 2