Portal Making Of

Ministro do TSE dá 5 dias para Bolsonaro se manifestar sobre postagem após atos antidemocráticos

Foto: Reprodução

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu prazo de cinco dias, contados a partir da citação manifestada no despacho publicado em 21 de janeiro, para que o ex-presidente Jair Bolsonaro se manifeste sobre uma postagem na qual questionou o resultado das eleições que elegeram Luiz Inácio Lula da Silva presidente da República.

Gonçalves acolheu o pedido feito pela Coligação Brasil da Esperança, que teve Lula como cabeça de chapa, e argumentou que os “atos atentatórios” contra o sistema eleitoral brasileiro tiveram como objetivo “abalar a normalidade e higidez do pleito, para, assim, deslegitimar o sufrágio eleitoral democrático e seguro, incutindo nos eleitores o sentimento de insegurança e descrença no sistema eleitoral e, por consequência, atentando contra a existência do próprio Estado Democrático de Direito”.

Vale lembrar que, três dias após as manifestações radicais em Brasília, Bolsonaro publicou um vídeo em seu perfil no Facebook com a frase:  “Lula não foi escolhido pelo povo, ele foi escolhido e eleito pelo STF e TSE”. A postagem foi apagada na sequência.

*Com informações da Agência Brasil 

 

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais