Novembro 28, 2021

Moisés avança na filiação a um novo partido

Moisés avança na filiação a um novo partido
JULIO CAVALHEIRO/SECOM

O governador Carlos Moisés se reúne nesta segunda (29) com o presidente estadual do MDB, deputado Celso Maldaner, na Casa d’Agronômica, depois de, alguns dias, buscar o entendimento com a cúpula do Republicanos, em Brasília.

Os movimentos, pautados entre uma chuva de elogios de parlamentares emedebistas, entre eles Romildo Titon e Valdir Cobalchini, em recente agenda pelo Meio-Oeste, sugerem que a ideia de esticar para final de março do ano que vem a decisão sobre a filiação do governador foi descartada.

Moisés teria percebido que a dinâmica pré-eleitoral, a antecipação do palanque, fez com que os prazos tenham ficado menos favoráveis a uma estratégia de garantir apoios no último prazo, quando MDB, PP, Podemos, Republicanos e PSDB tiverem definidos seus pré-candidatos à Presidência, entre Simone Tebet, Jair Bolsonaro, Sérgio Moro e João Doria Júnior, decisão que caminha a passos largos.

 

Estratégia

Foi Jair Bolsonaro que ao se definir pelo PL, de Jorginho Mello, que acendeu a luz de alerta para Moisés e seus apoiadores, afinal, até o presidente da República, dono de respeitável patrimônio eleitoral, não necessariamente político, percebeu que seria arriscado ficar à mercê de acertos de última hora para o fechamento de alianças.

Aliás, há quem assegure que a opção de Moisés pelo Republicanos não atende tão somente um apelo evangélico da legenda, mas a oportunidade de ficar mais alinhado com Bolsonaro, proximidade que indica que há também a tendência de o partido correr para os braços de quem o presidente da República ou o deputado Marcos Pereira, comandante da sigla, determinar.

 

Nem pensar

O Podemos fechou as portas para Moisés, baseado na repercussão nada salutar depois que a presidente nacional, deputada Renata Abreu (SP), e o próprio Sérgio Moro teriam advogado pela filiação do catarinense.

Antes mais inclinado a aceitar o movimento, o próprio presidente estadual da sigla, o ex-prefeito Camilo Martins, concorda que seria uma operação tumultuada, com muita gente a deixar o partido por conta de diferenças com o governador.

 

De olho

Secretário da Agricultura, o deputado Altair Silva (PP) é um dos parlamentares-secretários que retornaram à Assembleia para aprovar as emendas que têm direito no orçamento pelo critério impositivo.

Mas antes disso, Altair estava na caravana de Moisés ao Meio-Oeste e deve ter ficado com a pulga atrás da orelha com as juras de apoio dos colegas emedebistas, embora alguns mais próximos do governador asseguram que o Progressistas não saiu do radar nem na Casa d’Agronômica nem no Centro Administrativo.

 

Derrota em SC

A conquista do governador João Doria Júnior nas prévias do PSDB nacional para definir o pré-candidato à Presidência da República, com mais da metade dos votos, deixa órfãos entre a maioria dos tucanos em Santa Catarina, favoráveis ao governador gaúcho Eduardo Leite.

Um deles, o ex-deputado Gelson Merisio, vindo do PSD, já admitia aos seus correligionários que sairia de qualquer disputa caso Doria vencesse, os demais terão que se definir ou esperar pelos acontecimentos.

 

E agora?

Doria fala em união tucana com uma frase em que adianta que procurará a composição com que lhe possa dar uma mulher candidata a vice.

Pois é, não por acaso o MDB acena com o lançamento da senadora Simone Tebet (MS) à Presidência no mês que vem.

Fiquem atentos para a formação de uma “tríplice aliança” por Brasília, já que Simone também está na mira de outro pré-candidato ao Planalto, o presidente do Congresso e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

 

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

HANG VIRALIZA DE NOVO

O vendedor Luciano Hang, como prefere ser chamado, viralizou com uma verdadeira pregação favorável à verdade e ao consumo de cerveja, em uma roda onde estava o senador Esperidião Amin (PP), alvo do comentário. Para tirar uma foto, sugeriram a Hang que baixasse o caneco de cerveja e ele reagiu. Disse que o Brasil só ficará melhor se a gente parar de falar apenas o que o povo quer ouvir, ou seja, ser autêntico e natural. “Temos que falar a verdade, vamos tomar a cerveja’’, concluiu o dono da havan antes de entornar a bebida.

 

Grau de excelência

O Conselho Nacional de Justiça considerou que o Tribunal Regional Eleitoral alcançou a classificação de excelência em Sistemas de Informação, Estruturas Organizacionais e Macroprocessos, e em Atendimento e Suporte ao Usuário.

A avaliação do CNJ é anual e gradua o nível de maturidade de governança, gestão e infraestrutura em tecnologia da informação, e a posição de destaque da corte federal catarinense ganha maior significado se considerado que a análise é feita a partir de todos os 93 órgãos do Poder Judiciário brasileiro.

 

ALINE FELKL/DIVULGAÇÃO

O GRANDE VITORIOSO

O feito de ter eleito a primeira mulher presidente da seccional da OAB em Santa Catarina tem muitos apoiadores. Porém, como mostra a foto tirada logo após o anúncio, na sede da Ordem, em Florianópolis, um dos maiores vitoriosos do processo foi o presidente Rafael Horn, que abraça a vencedora Cláudia Prudêncio, e que garantiu uma vaga como representante no Conselho Federal da Ordem. Depois de 30 anos, será um dos diretores da entidade, em costura que já foi sacramentada. Na verdade, como em toda a eleição direta, Horn concorreu duas vezes: na defesa da candidata, que o deixava na condição de alvo de críticas; e na frente para representar os advogados no Conselho Federal. Além dele, Pedro Miranda (Florianópolis), Maria de Lourdes Bello Zimath - Tuty (Joinville), Gisele Kravchychyn (Florianópolis), Rejane Sanchez (Florianópolis) e Gustavo Pacher (Jaraguá do Sul) também garantiram uma vaga na representação nacional.

Tags:
roberto-azevedo política economia bastidores da política Santa Catarina
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Roberto Azevedo

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 36 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
  • Youtube

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!