18.7 C
fpolis
18.7 C
fpolis
quarta-feira, 18 maio, 2022

Moisés muda o comandante-geral da PM

Últimas notícias
Moisés muda o comandante-geral da PM
ARQUIVO/PM

O governador Carlos Moisés confirmou, no final da tarde desta terça (7), a troca do comandante-geral da Polícia Militar.

Sai o coronel Dionei Tonet, que assumiu em maio do ano passado, e entra o coronel Marcelo Pontes, atual subcomandante-geral da corporação (foto).

A mudança ocorre um dia após Moisés ter empossado o novo comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Marcos Aurélio Barcelos, que substituiu o então presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública, coronel BM Charles Alexandre Vieira, na prática o secretário da pasta.

Não há versões conflitantes sobre as duas trocas no âmbito militar, considerada normal justamente no terreno de atuação do governador um coronel da reserva do Bombeiro Militar.

Foi um movimento de Moisés na reta final de 2022, que privilegia os subcomandantes-gerais e reestrutura a segurança, medida iniciada com a chegada do delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Flávio Ghizoni Júnior.

 

Próximo passo

No dia 20 próximo, na mudança do comando da PM, deve ser anunciada a troca no Colegiado Superior de Segurança Pública, quando o perito-geral Giovani Eduardo Adriano, do IGP, assumirá a função pelo sistema de rodízio e será mantido na função em 2022.  

Moisés considera o trabalho de Adriano exemplar, com as atitudes tomadas dentro do Instituto Geral de Perícias que tiveram repercussão na qualificação técnica dos servidores e na melhoria do serviço no atendimento às demandas da perícia científica.

 

Mudanças

Governo do Estado protocolou na Assembleia, nesta terça (7), um projeto que faz alterações na máquina pública, entre elas a extinção da Secretaria de Segurança Pública e a consolidação do Colegiado Superior como órgão gestor da área.

Há outras alterações: o Detran ganha status de autarquia, o que dará maior autonomia ao órgão; a recriação da Secretaria de Estado da Comunicação, que sai do escopo da Casa Civil onde era uma pasta executiva; e programa de parcerias público-privadas e de concessões sai da SCParceria e passa a ser área na Secretaria de Estado da Fazenda.

 

 

JORGINHO COBRA DE TARCÍSIO

Para limpar a barra diante da repercussão negativa, o senador Jorginho Mello (PL) não se satisfez com a gritaria em torno da retirada de R$ 40 milhões do orçamento da União para as obras de duplicação das BRs 470, entre Navegantes e Indaial (Vale do Itajaí), e 163, no Extremo-Oeste, e cobrou uma explicação do ministro Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), no melhor estilo repórter. Em vídeo, publicado no início da tarde, nas redes sociais, o ministro explica que havia sobra de recursos e que esta manobra é normal, e também disse que este recurso retirado será utilizado para a manutenção, fato concretizado ao final do exercício fiscal. Lembre-se que, nestas duas obras e na duplicação da BR-280 (Nordeste do Estado) e para a BR-285, na Serra da Rocinha (Sul catarinense), o governo do Estado investiu R$ 450 milhões. Assista ao vídeo:

 

 

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 37 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Queda de avião que matou 132 pessoas na China foi intencional

O acidente com um Boeing 737-800, da China Eastern Airlines, que levava 132 pessoas a bordo e que caiu...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }