20.8 C
fpolis
21 C
fpolis
quinta-feira, 26 maio, 2022

Moisés se filia ao Republicanos

Marcos Pereira (E), Moisés e Sérgio Motta, na foto oficial da assinatura da ficha na sigla
Últimas notícias

O governador Carlos Moisés divulgou no fim da tarde desta quinta (10) a foto oficial da filiação dele no Republicanos, entre o deputado federal Marcos Pereira (SP), presidente nacional da sigla, e o deputado estadual Sérgio Motta, presidente estadual do partido, ambos integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus, que tem forte ascendência na legenda.

Pesou a influência do ex-vereador Lucas Esmeraldino, ex-presidente estadual do PSL, que lançou Moisés ao governo, em 2018, e que hoje é secretário de Articulação Nacional e pré-candidato a deputado federal.

O futuro dirá se o movimento do governador, que entra em um partido com mínima estrutura no Estado, que fez apenas dois prefeitos, tem um deputado estadual e um federal, a luz própria do comunicador Hélio Costa, foi uma cartada política acertada ou um passo trôpego, afinal precisará agora buscar parceiros mais robustos para buscar a reeleição.

Moisés estava em Brasília, onde o documento foi assinado, desde a quarta (9), onde se encontrou, entre outros, com o deputado federal Carlos Chiodini (MDB), cotado para ser vice na chapa, justamente o maior apoiador do prefeito Antídio Lunelli ao governo.

 

Estranho

Um ato de filiação, principalmente de um candidato à reeleição deve ser marcado com força e muita festa.

Moisés optou por se isolar em Brasília, longe de seus mais próximos e de assessores ou aliados, prova de que ainda terá que caminhar muito em direção a uma máxima: quem está na política deve agir dentro de seus parâmetros, não adianta parecer que está alheio ou que não pertence àquele meio.

Este é, sem dúvida, um dos maiores equívocos do que um dia se chamou de nova política.

 

Cartão de visitas

No dia em que Moisés chega ao Republicanos, a Justiça Eleitoral confirmou a cassação do mandato do vereador Egídio da Rosa Beckauser, único eleito pela sigla em Blumenau.

O motivo aceito pelos juízes do TRE foi o de abuso de poder político cometido pelo partido ao lançar candidaturas femininas fictícias nas eleições de 2020, as famosas e danosas candidaturas laranjas, por não cumprimento da cota de 30% das candidaturas.

E as candidatas registradas irregularmente, Julyana Elayne da Cunha e Josiane Perpetua Lami, estão inelegíveis por oito anos, contagem que é feita a partir de 2020.

 

Decreto que desobriga o uso de máscaras em SC está pronto

Nem dentro do governo do Estado havia mais segredo, durante a tarde de quinta (10), sobre o decreto que transforma em orientação e não mais em obrigatoriedade o uso de máscara em Santa Catarina, tanto em ambientes fechados quanto em abertos.

A informação era a de que o documento estava na fila para a publicação no Diário Oficial desta sexta (11), quando o governador Carlos Moisés divulgou um vídeo em que confirma a mudança de posição, da obrigatoriedade para a recomendação, que passa a vigorar a partir de sábado (12).

O governador Carlos Moisés, ora envolvido na cruzada para se filiar a um partido, no caso o Republicanos, já havia dado pistas de que a decisão sairia ainda esta semana.

O Estado seguirá uma tendência nacional, que já vigora em São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, e se apoia no alto índice de vacinados com a primeira (mais de 84%) e a segunda dose (mais de 76%) e outros mais de 30% com a dose de reforço para desobrigar o uso do adereço.

Interessante é que a medida será adotada a sete dias de completar dois anos do lockdown, que fechou o comércio, indústria, escritórios, escolas, clínicas e paralisou o transporte coletivo como primeiro efeito do combate à pandemia.

 

AGÊNCIA SENADO/DIVULGAÇÃO

JORGINHO DERROTA BOLSONARO NO CONGRESSO

Autor da proposta que prevê o parcelamento dos débitos de pequenas empresas em até 180 meses, o senador Jorginho Mello (PL) viveu uma situação insólita na sua nova trajetória de neoconservador: trabalhou arduamente para derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro na Câmara e no Senado ao projeto denominado Relp, fato consumado nesta quinta (10). As dívidas são relativas ao Simples Nacional – que taxa um coquetel de impostos, do municipal ao federal em 6% -, e se tornaram um tormento para os empreendedores durante a pandemia. Jorginho, vice-líder do governo no Senado, teve que ir contra Bolsonaro, mas avisou o Planalto que não poderia jogar contra a causa que defende desde os tempos de deputado estadual. Nas contas do senador catarinense, que chamou a derrubada de “vitória das micro e pequenas empresas”, que poderiam perder o cadastro em função da dívida acumulada e não ter mais acesso ao benefício. Cerca de 440 mil pequenos empresários devem ao governo federal quase R$ 20 bilhões em tributos do Simples Nacional e corriam o risco de ficar de fora do sistema a partir de 31de março.

 

Efeitos?

Jorginho faz todos os movimentos de pré-candidato ao governo em cima de Bolsonaro em Santa Catarina.

Agora, diante da situação que poderia ter efeitos desastrosos ao segmento pelo qual atua, optou pelos empreendedores em vez do Planalto.

Reparem que, ao comemorar, Jorginho dá uma volta para evitar o uso da expressão veto presidencial, assista ao vídeo:

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 37 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Protocolado o pedido de reunião extraordinária da executiva do MDB

Pouco antes das 15h, desta quinta (26), chegou à executiva do MDB, na sede do Diretório Estadual, em Florianópolis,...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }