22 C
fpolis
22.2 C
fpolis
terça-feira, 24 maio, 2022

Moisés se reaproxima da Assembleia

Últimas notícias
Moisés se reaproxima da Assembleia
PETERSON PAUL/SECOM

Não será ao acaso ou pela pauta que a primeira visita oficial do governador Carlos Moisés da Silva, depois de se livrar do segundo processo de impeachment, será à Assembleia, nesta terça (11).

Há um gesto em direção ao parlamento, responsável pela permanência do governador no mandato, de onde vieram os votos de José Milton Scheffer (PP), Fabiano da Luz (PT), Marcos Vieira (PSDB) e Valdir Cobalchini (MDB), no Tribunal Especial de Julgamento.

Acompanhado do chefe da Casa Civil, Eron Giordani, Moisés terá um encontro protocolar com o presidente do Legislativo, deputado Mauro De Nadal (MDB), em seguida, reúne-se com os líderes das bancadas para pedir a derrubada do veto de Daniela Reinehr ao repasse de recursos do Estado a obras de rodovias federais.

 

Próximos desafios

Moisés terá que recuperar o tempo perdido em dois afastamentos e planejar o futuro da gestão e até o político.

Mas não deverá baixar a guarda porque sabe que seus adversários insistirão na pressão pela condenação por improbidade administrativa, em análise pela terceira turma revisora do Conselho Superior do MP catarinense, ora suspensa por decisão do CNMP, e ainda se preparar para o eventual uso da desastrada compra de respiradores no âmbito da CPI a Covid no Senado.

 

Reforço

A linha da comunicação do governo do Estado passa por ajustes, uma necessidade em função dos muitos embates em tempos difíceis vividos recentemente.

Um bom nome, sem dúvida, é o do jornalista e advogado João Cavallazzi, agora secretário-executivo da área, profissional de vasta experiência e que, depois de atuar na iniciativa privadacomo um excelente repórter, exerceu a função na administração de César Souza Júnior (PSD), na prefeitura de Florianópolis. 

 

Pela frente

O teste sobre o novo posicionamento com a Assembleia e o trabalho de Eron Giordani junto aos deputados deverá ser testado na necessária e polêmica Reforma da Previdência dos servidores públicos e, em menor intensidade, na Reforma Administrativa.

Nada como tocar o governo, com dinheiro em caixa para investimento, sem ter feito um financiamento sequer para tocar obras no Estado, fator que arrepia os que conspiraram pelo impeachment e tentam colar a imagem de corrupto em Moisés.

 

Equívoco

Nominar como fator preponderante o voto em bloco dos desembargadores do TJ como unicamente desgaste para o governador.

Os cinco magistrados se ativeram aos autos da CPI dos Respiradores, semelhante a um roteiro e não se sensibilizaram com as ações políticas nefastas que rondavam o caso em todos os círculos de poder no Estado.

 

Brilhantismo

A serenidade e competência com as quais o desembargador Ricardo Roesler comandou dois tribunais em uma das páginas mais negativas da história catarinense, dois processos de impeachment cheios de outros interesses, que não só o bem da sociedade.

Roesler garantiu a lisura dos trabalhos em meio a um cenário político convulsivo, a sucessão da presidência do Tribunal de Justiça e uma, para variar, movimentada escolha de um desembargador pelo quinto constitucional da OAB.

 

Por falar

Faltam duas etapas para que os 23 advogados que tiveram os nomes homologados pela Comissão Eleitoral do Processo de Inscrição da Lista Sêxtupla da OAB cheguem ao cargo máximo da magistratura estadual.

No dia 29 deste mês, será realizada uma sabatina, em reunião do Conselho Pleno da Ordem, e caberá ao conselho escolher, em votação aberta e pública, os 12 profissionais que se submeterão à eleição direta e on-line, aquela que escolherá os seis indicados para a votação no Pleno do Tribunal de Justiça.

 

Isolados e assediados

Desde quarta passada, dia 5, até a última sexta (7), os quatros deputados que votaram com Moisés no processo de impeachment ficaram isolados antes de seguirem para o palácio Barriga Verde.

Foram assediados, não só pela provocação da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), que divulgou os telefones dos parlamentares para que fossem cobrados pela retirada de Moisés, como foram assediados, com propostas nada republicanas, algumas envolvendo dinheiro.

 

Presente

Deputado Mauro De Nadal estava na Assembleia na sexta (7) e almoçou com os deputados, por volta das 15h, depois que terminou o julgamento.

Outro que era informado era o deputado licenciado Julio Garcia (PSD), que muito antes de confirmado o resultado, já avisava a apoiadores, via celular, que o governador permaneceria, uma delas a servidora aposentada da Assembleia, Valda Albani.

 

Quase lá

Julio retorna dia 23 ao plenário, sem que tenha se livrado de cautelares como o uso de tornozeleira eletrônica, da necessidade do recolhimento noturno em residência, das 23 às 6 horas e a proibição de contato com pessoas envolvidas nas investigações das operações Alcatraz e Hemorragia.

A Assembleia havia solicitado a derrubadas dessas medidas, mas não foi atendida pela juíza Janaína Cassol Machado, que somente seguiu a restituição do parlamentar à atividades legislativas do mandato.

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 37 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Cinemark exibirá final da UEFA Champions League 2022

No próximo sábado, 28, a partir das 15h30, as salas da rede Cinemark irão exibir a final da UEFA...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }