Portal Making Of

Mostra Infantojuvenil do FALA São Chico recebe centenas de alunos em quatro sessões de cinema

Foto: Daniel Guilhamet

Alunos da rede pública de seis escolas de São Francisco do Sul estão vivendo a experiência transformadora de ir ao cinema para assistir documentários, alguns pela primeira vez, no FALA São Chico 2024. A Mostra Infantojuvenil é composta este ano por filmes voltados ao público entre 11 e 17 anos, todos com classificação indicativa livre. As sessões acontecem no palco principal do festival, o Cine Teatro X de Novembro, seguidas sempre de uma dinâmica com o público depois dos filmes.

Sete ônibus transportam os alunos nos dois dias da mostra. Neste primeiro dia, vieram 310 crianças e adolescentes. Uma das escolas foi a Escola Indígena EIEF Laranjeiras, da Aldeia Morro Alto. “É uma oportunidade dos alunos guaranis verem que podem fazer seus próprios documentários, sobre seu mundo, de quebrar paradigmas e preconceitos”, diz a professora Izabela Machado, e também de criar com outras formas de arte. Luciano Euzébio Martins, 14 anos, por exemplo, gosta de escrever e estava entusiasmado com a presença de Rubens Teodoro, o Menthor, rapper e personagem do filme curitibano A Trilha Sonora de Um Bairro, um dos filmes da mostra.

Joana Vitória de Oliveira, 15 anos, foi uma das alunas a fazer perguntas no bate-papo após a sessão. “Amei muito o filme, deu pra ver o outro lado do rapp. Os três filmes tratam de outras formas de ver a música, gostei muito, espero que o festival aconteça mais vezes”.

Da EEB Professor Nicola Baptista, na Praia da Enseada, vieram 90 alunos, e foi a primeira vez no cinema para alguns deles. Na edição passada do FALA a escola sediou oficinas de documentário. “Os alunos gostaram ano passado, a expectativa é que o festival permaneça e seja cada vez melhor”, diz a professora Tiane Schmitt.

Além do público escolar, as sessões são abertas a todos. As crianças votam no seu filme preferido ao final, para escolher o melhor filme pelo Júri Popular.

O FALA São Chico 2024 é produzido através da Lei de Incentivo à Cultura e por meio do Programa de Incentivo à Cultura – PIC, do Governo do Estado de Santa Catarina aprovado pela Fundação Catarinense de Cultura. Tem parceria das empresas especializadas em audiovisual DOT, Link Digital, Media Mundus, Mistika e Naymovie. Apoio institucional da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul e da Fundação Cultural Ilha de São Francisco e Associação Empresarial São Francisco do Sul. Com apoio Wana e Full Port e Incentivo do Grupo Krona e Condor.  Realização Associação Cultural Panvision, Ministério da Cultura, Governo Federal, União e Reconstrução.

O Festival será realizado de 19 a 22 de junho. A programação completa está disponível no site falasaochico.com.br/ e nas redes sociais @falasaochico.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais