Portal Making Of

MP abre Notícia de Fato para apurar denúncia do ex-vereador Maikon Costa

O Ministério Público de Santa Catarina abriu uma Notícia de Fato para apurar uma denúncia feita no início do mês de junho pelo ex-vereador Maikon Costa (PP).

No documento, Maikon pede que o MPSC investigue a nomeação de filha de Procurador da Câmara de Vereadores de Florianópolis no gabinete de vereador que assumiu a sua vaga por conta da cassação.

Segundo o ex-vereador, o respectivo Procurador foi o responsável pelos pareceres do seu processo de cassação na Câmara e agiu na titularidade do processo administrativo que tirou o mandato de Costa no Conselho de Ética do legislativo de Florianópolis.

Durante o processo de cassação, Maikon Costa afirma que o Procurados negou à sua advogada a se manifestar durante as audiências. Na acareação que aconteceu entre Maikon Costa e o suplente de vereador Sargento Mattos (PL), que eram os pivôs da denúncia no Conselho de Ética, ele fala que a advogada não teve permissão para fazer perguntas pela negação do Procurador.

Por conta desses questionamentos, Maikon Costa que acionou o judiciário alegando que o processo de cassação “foi viciado e que já existe um complô político para a cassação”.

A partir de agora, a 12ª Promotoria de Florianópolis irá investigar o fato chamando os envolvidos para prestarem os esclarecimentos.

A assessoria da Câmara de Florianópolis informou que ainda não foi oficialmente intimada até o momento. Diz também que as nomeações são de livre iniciativa dos parlamentares e acredita na lisura e boa-fé do vereador Bruno Becker (PSD) e do procurador Antônio Chraim.

 

 

 

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais