18.7 C
fpolis
18.7 C
fpolis
quarta-feira, 18 maio, 2022

Nem o não de Lewandowski segura Schuster

Últimas notícias
Nem o não de Lewandowski segura Schuster

Para quem imaginava que a decisão do desembargador Ricardo Roesler em negar o pedido do deputado Ivan Naatz (PL) para adiar a sessão já era impactante para a manutenção do julgamento do impeachment do governador afastado Carlos Moisés da Silva, nesta sexta (7), o ministro Ricardo Lewandowski acrescentou mais um ponto: despachou contra o prosseguimento da Comunicação Constitucional proposta pelo deputado Laércio Schuster (PSB).

As manobras de Schuster e Naatz convergem para protelar a finalização do processo e prolongar a permanência de Daniela Reinehr no governo, um por entender que Moisés deveria depor, outro por sugerir que deveria ser adiado até que o Conselho Superior do Ministério Público decida se cabe improbidade administrativa na compra dos 200 respiradores com pagamento antecipado de R$ 33 milhões, sem a garantia de entrega.

Mas Schuster não se conformou e, mesmo antes da divulgação da decisão de Lewandowski, já entrou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça, que corre em segredo de justiça e está nas mãos do desembargador Antonio do Rêgo Monteiro Rocha, uma última cartada para impedir a realização da sessão.

O filme do deputado está carbonizado desde que afrontou uma decisão de Roesler, sendo que todos os atos que tem praticado são normalmente inerentes aos defensores do réu ou dos autores da ação e não de quem está investido na condição de magistrado.

 

E tem mais esta

Não bastasse a sequência de derrotas dos adversários de Moisés, a defesa do governador afastado garantiu uma liminar no Conselho Nacional de Ministério Público que suspende o julgamento sobre o arquivamento parcial do inquérito civil no Conselho Superior do MP catarinense.

Na decisão, a conselheira-relatora Fernanda Marinela de Sousa Santos disse em sua decisão que os “relevantes fundamentos jurídicos que embasam o pedido e diante do risco de dano irreparável ou de difícil reparação, DEFIRO A LIMINAR para SUSPENDER o julgamento da Promoção de Arquivamento Parcial do Inquérito Civil nº 06.2020.00001921-9 iniciado pela Terceira Turma Revisora do Conselho Superior do Ministério Público do Estado de Santa Catarina”.     

Roberto Azevedo
Roberto Azevedo tem 37 anos de profissão. Estudou jornalismo na UFSC, de Florianópolis, e direito na FURB, de Blumenau. Foi repórter, editor, chefe de Reportagem, chefe de Redação, editor-chefe, gerente e diretor de Jornalismo, na RBS TV de Blumenau e Florianópolis, na TV Record de Florianópolis, na Rede TV Sul! e na TVBV (Barriga Verde, BAND); comentarista na RIC TV Record e na Record News, e colunista no Diário Catarinense (onde também foi editor de Política) e no Notícias do Dia, tendo blogs nas versões digitais das edições. Atuou nas rádios União de Blumenau e União FM de Florianópolis, e na Rádio Record da Capital catarinense. Além de ter uma coluna no Portal Making Of, desde setembro de 2016, faz comentários sobre política e economia na Rádio Cidade em Dia FM, de Criciúma, e na TVBV (BAND), de Florianópolis.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Queda de avião que matou 132 pessoas na China foi intencional

O acidente com um Boeing 737-800, da China Eastern Airlines, que levava 132 pessoas a bordo e que caiu...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }