Novembro 18, 2021

Nossa Jogada

Nossa Jogada
Foto: Marcos Brindicci/Getty Images

1 - Torcedor e seleção

Quando a seleção ganha e chega invicta ao mundial, com mais gols, melhor defesa, sem perder para a Argentina, jogando na Argentina, há quem reclame do treinador, de um jogador (Neymar Jr.) quando joga e quando não joga. Há que se reclamar dos narradores, comentarista de televisão, aqueles que tem o ponto de vista de jogadores de futebol, que ao longo da carreira foram muito bem instruídos para usarem a linguagem de “boleiros”. Chego a conclusão de que o torcedor brasileiro não gosta de desfrutar, gosta de sofrer por presunção, acreditando que no Mundial do Catar 22, o time brasileiro irá perder e, não será pela expulsão, um confronto duro antes da final, um erro de um jogador ou de um árbitro podem selar a sorte do time neste torneio. Ou como disse o Irineu José Nunes: “Copa do Mundo é que nem loteria, depende da sorte. O Messi no jogo contra os brasileiros não viu a cor da bola. Se fosse o Neymar Jr. meu Deus, o mundo iria cair”.

2 - Jadson confiante

Aplaudido pela torcida, dispensado pelo Corinthians e do Athletico PR, Jadson chegou cheio de “confiança” e disse: “Se o Avaí subir, eu fico no ano que vem”. O “se” nunca foi de confiança, mas de dúvida e assim Jadson continua jogando.

3 - A diretoria do Avaí

A pedido do treinador Claudinei Oliveira, tapou o CT construído na entrada da Ressacada. A justificativa era de que não podia realizar treinamentos de jogadas ensaiadas e secretas. Os torcedores estão esperando que os segredos do treinador do Avaí apareçam nestas duas últimas rodadas, quando a promoção à Série A, estará sendo colocada em jogo. Claudinei teve, o ano todo, 36 jogos para dar uma filosofia de jogar ao time e escolher 11 titulares. Às vésperas de subir ele tem dúvidas e segredos que ainda não descobrimos.

4 - O velho voltou

Daniel Alves foi recontratado pelo Barcelona e só poderá ser inscrito para jogar no mês de janeiro. Ele faz parte do novo projeto que tem Xavi Hermandez no comando. Daniel, ex-companheiro de Xavi, está com 38 anos, que de acordo com a ciência da fisiologia, não poderá ser o lateral pois lhe faltará velocidade para acompanhar os adversários mais jovens. Quem sabe Xavi não o aproveite, como no início no São Paulo, no meio de campo.

5 - É proibido usar as mãos

Mas o jogador brasileiro ainda não aprendeu e não lhe ensinaram desde os juvenis. Como o brasileiro acredita que nasce sabendo jogar futebol, quando alguém na maternidade diz: este vai ser goleiro, aquele zagueiro ou atacante. Mas ninguém diz a ele que não pode usar as mãos jogando futebol, só nos USA. Mas fingir, aprendem crescendo.

6 - Juventude

Clube de futebol de Caxias do Sul está sendo negociado, com um grupo de investidores, para se transformar em uma S/A. O intermediário no negócio é o advogado Tullo Cavallazzi. Tudo em segredo.

7 - Sentimentos

Há os que querem transformar em um simples entretenimento, sem dar importância aos torcedores, porque o entretenimento tem, nestes momentos, competência infinita a partir do “smartfone”, mas não será suficiente para conservar a força sentimental, a identidade comunitária, o amor pelo jogo, enraizado na infância, como uma herança moral.

8 - Cunha x de Paul

No jogo das seleções do Brasil e Argentina, no belo estádio de San Juan, que o jornal local, baseado na comparação com a Ressacada e Scarpelli, chamou de modesto, observei que Matheus Cunha e de Paul jogaram duro um contra o outro. Até discutiram, mas não te explicaram que os dois jogam no mesmo time: Atlético de Madrid? O fato já havia ocorrido no jogo Colômbia x Brasil, quando Danilo e Alex Sandro deram “bordoada” no Cuadrado, companheiro dos dois na Juventus de Turim.

9 - Armando Nogueira

Armando Nogueira disse certa vez que “o futebol não é só um passatempo: é, também, um patrimônio sentimental do povo que merece respeito”. Antes disse, Jorge Valdando “sobre todas as coisas, desse patrimônio sentimental, que se sustenta, através dos seus torcedores, nos valores de um clube. Dirigentes, treinadores e jogadores refletem unicamente, por um mandato apaixonado, orgulhosos e as vezes algo? Em momentos de dúvidas, esses tipos valem ouro, mas não nos enganemos, a massa tem que se sentir orgulhosa e não envergonhada”.

10 - Time grande

Por alguns motivos todos são grandes? E não se mensura só por título, mas por torcida, história, representatividade de uma região. O Brasil tem uma situação muito “sui generis”, pois a "grandeza" dos clubes de futebol foi construída regionalmente, no âmbito estadual, e não nacional. Então, por que em São Paulo e Rio, dizem que Avaí e Figueirense são pequenos, se são grandes regionalmente, pela história, representatividade e torcida?

11 - Otamani e Griezmann


Reprodução

Quase um mês depois do jogo Atlético x Liverpool, o jogador Griezmann, expulso naquele jogo, foi comunicado que por causa deste lance, está suspenso por dois jogos. O que se pode esperar da Comenbol, pela agressão de Otameni a Raphinha, pois até agora só o árbitro do jogo e o responsável pelo VAR foram suspenso. O jogador argentino, não!

12 - Sorteio da Copa do Mundo

Falta um ano para o início do Mundial 2022, no Catar, no estádio Al Bayt Stadium. Estas são as 13 seleções classificadas: Sérvia, Dinamarca, Espanha, Países Baixos, Suíça, Croácia, França, Inglaterra, Bélgica, Alemanha, Brasil, Argentina e Catar, como anfitriã. No sorteio, que será realizado dia 1º de abril de 2022, em Doha, os cabeças de chaves, se a Itália se classificar, serão esses: Catar; Bélgica; Brasil; França; Inglaterra; Argentina; Itália e Espanha. Assim, os 32 países que disputarão o Mundial no Catar, estarão repartidos em grupos liderados por essas seleções. No entanto, ainda restam 19 vagas por decidir e, a fase de classificação e repescagem se estenderão até junho de 2022, dois meses depois do sorteio.

Fim.

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Novembro 29, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Novembro 25, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Novembro 22, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Novembro 15, 2021

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!