Maio 27, 2021

Nossa Jogada

Nossa Jogada
André Palma Ribeiro/Avaí FC

1 - Claudinei Oliveira

Pela segunda vez numa final em Chapecó, dirigindo o Avaí, Claudinei se mostrou feliz e lembrou que em 2017, em Chapecó, contra esta mesma Chapecoense perdeu a disputa. “Estou realizado com este título no currículo. Tivemos um pouco de dificuldade, depois conseguimos dominar o jogo e lamento ter conquistado o título com um empate, queria uma vitória”. Na verdade, nestes jogos finais entre Avaí x Chapecoense o resultado que conta é o 3 a 2 – no primeiro jogo, em Florianópolis, o Avaí venceu por 2 a 1 e neste domingo (26/05) terminou em 1 a 1. Na soma de gols, o Avaí se tornou campeão catarinense de 2021, conquistando o título pela primeira vez fora da Capital, em 98 anos de história.

 

2 - Chico Battistotti


Reprodução

Francisco Battistotti leva o Avaí ao título estadual. Quando decidiu ocupar a presidência do Avaí, na renúncia de Newton Macedo Machado, alguns conselheiros e torcedores foram contra. Sofreu ameaça de morte. Não amarelou e nestes cinco anos regularizou as dívidas do clube, negociou as ações trabalhistas que impediu a sociedade de funcionar, diz com orgulho que conseguiu dois acessos a Série A e dois títulos de campeão estadual - o primeiro conseguido no interior. O prêmio de R$ 150 mil pela conquista do campeonato será distribuído, por mérito, a todos os jogadores. “Totti” calou a boca de muitos conselheiros e corneteiros.

 

3 - Copa Brasil

O Avaí não para. No sábado, dia 29, o time do sub 20 enfrentará o Botafogo, no Rio de Janeiro, na primeira volta da Copa do Brasil sub-20, a outra semifinal será em Porto Alegre quando o Internacional jogará contra o Coritiba. Os vencedores destes jogos disputarão o título brasileiro. Além disso, o time principal do Avaí volta a Copa Brasil de adultos no dia 3 de junho, na Ressacada, contra o Athletico-Pr, uma quinta-feira e o jogo está marcado para as 19h. No dia anterior, 2 de junho, quinta-feira, à tarde, 16h30 - Chapecoense x ABC - Arena Condá, Chapecó, e às 19h - América-MG x Criciúma - Independência, Belo Horizonte (MG).

 

4 - Arbitragem

A arbitragem de Chapecoense x Avaí de Ramon Abatti Abel, auxiliado por Thiaggo Labes, Eder Alexandre, Gustavo Bauermann e Clair Dapper, foi boa, nenhuma reclamação por parte da Chapecoense. Ontem também foi divulgada a escala de árbitros para os jogos do Campeonato Brasileiro, que começa depois da manhã, dia 29/05, e não tem nenhum árbitro de Santa Catarina. Marcos Martins me informou que Bráulio Machado e Ramon Abatti irão apitar jogos da Copa do Brasil na próxima semana, só não me disse em quais jogos.

 

5 - Copa América

A Comenbol escolheu a Argentina, como sede da Copa América, na impossibilidade da Colômbia por causa da crise política que vive o país do Norte. A Argentina tem problemas iguais, mas sem manifestações nas ruas. Leia o que diz Simeone, treinador do Atlético de Madrid, ex-jogador da seleção da Argentina: “O país vejo com dor, tristeza e sem o trabalho de todos será impossível voltar o que éramos, quando podíamos jogar futebol na rua até tarde da noite, só tínhamos medo dos borrachos; depois de jantar ficávamos com a vovó, sentados na porta da casa, tomando a fresca da noite... Nem falo da pandemia. Espero que o pais volte a ter saúde e sem medo de viver brincando na rua”.

 

6 - O “presi” Ronaldo

O “fenômeno”, craque Bola de Ouro, artilheiro do Mundial 2002, indiscutível e hoje proprietário, ou melhor, dono do Valladolid, clube de futebol da mesma cidade ao Norte de Madrid. O time caiu para a Segunda Divisão e Ronaldo cobrado pelos jornalistas e pela torcida, em entrevista disse o seguinte: aqui.

 

7 – Me enviaram...


Reprodução

Agradeço aos avaianos: Vera, Chiquinho, Macarrão, Serjão, “Paru”, Sergio Rocha, Cacau, Mauricio, Cavallazzis, Joceli, Jaico, Carlos Roberto...

 

8 – Decisão da Champions


Reprodução

Entre Chelsea x Manchester City será na cidade do Porto, no Estádio do Dragão, e poderá ter um público de 6.000 torcedores de cada clube, desde que cumpra os protocolos sanitários da pandemia. Na volta à Inglaterra, terão 48 horas para apresentar um PCR negativo. Na foto acima: Pepe Guardiola e Tuchel os treinadores de Manchester City e Chelsea. Eles se conhecerem em Munique, quando Pepe, no Bayern, e Tuchel, no Mainz. Michael Reschke amigo de ambos conta que os dois se encontraram num bar na cidade para conversar. Segundo Michael parecia um encontro entre Fischer e Spassky, ou Cicerón e Sócrates, discutindo a filosofia do futebol. Enquanto bebiam, recordaram jogos aos mínimos detalhes. Sábado veremos quem vencerá: “Fischer ou Spassky, ou Cicerón ou Sócrates”?

 

9 - Uma cidade em festa

Villarreal é um povo, como eles chamam quando a cidade é pequena. Assisti ao tape de Villarreal x Manchester United decidindo o título da Liga Europa (Europa League), disputado em Gdansk, na Polônia, terra do Sindicado de Solidariedade, lembram? Depois de 120 minutos e de 20 cobranças de pênaltis, Albiol, zagueiro do Villarreal, levantou a taça e o treinador Unai Emery conquistou a sua quarta medalha. Tudo terminou quando chegou a vez dos goleiros cobrarem os pênaltis: o argentino Rulli marcou e em seguida defendeu a cobrança de De Gea goleiro do United. Estou citando isto, porque o Villarreal é uma cidade com 50 mil habitantes, assim como Laguna, Timbó e Xanxerê que tivesse um time de futebol e conquistasse a “Copa Sul-americana” seria singular. O clube receberá pela conquista um prêmio de 30, 6 milhões de euros. Com esta conquista, o treinador Unai Emery, do Villarreal, disputou seis finais da Europa League, conquista o seu quarto título: três títulos com o Sevilha e um vice com o Arsenal.

 

10 - Baggio na Netflix

Lembra de Baggio, aquele jogador italiano que perdeu pênalti no Mundial dos Estados Unidos de 1994? A história dele está sendo contada com o título: O Divino Baggio, no Netflix. Sucesso na carreira, lesões e budismo: conheça a história de Roberto Baggio, um dos jogadores de futebol de todos os tempos na Itália. Clique aqui.

 

11 – Antigamente

Acho que a última decisão de um estadual em final com três jogos foi Caxias x Comerciário em 1968, jogada no Estádio Adolfo Konder. A UEFA está cancelando o valor do gol fora de casa, criado para tornar os jogos fora mais ofensivo, porque o time visitante montava um “muro”, jogava pelo empate e esperava decidir em casa. No Brasil, quem joga em casa, joga sempre pelo empate, outro jogo sem gols. Quando mudaram de três pontos por vitória, também tinha a intenção de tornar o jogo mais ofensivo. Mas o que se vê...

Já está decidido, mas se a Chapecoense ganhasse por 1 a 0, levaria a taça, depois de ter sido derrotada em Florianópolis por 2 a 1. Eu gostava quando tinha o terceiro jogo, disputado em um estádio neutro como aquele Caxias x Comerciário, de 68. Os dirigentes dizem que não tem data, então que se dispute em um único jogo em um estádio neutro a final do Estadual, com os dois times com as mesmas condições, sem vantagem, pois é como jogar com 12 contra 11 jogadores.

Fim.

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Junho 17, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Junho 14, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Junho 10, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Junho 07, 2021

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!