Novembro 30, 2020

Nossa Jogada

Nossa Jogada
Reprodução

1 – Tragédias

Foi a semana para lembrar. Do avião caindo no berço onde o Edmundo Grisard dormia, na casa do General Vieira da Rosa, no Largo Benjamin Constant, no dia 27; da morte do Maradona, no dia 25; do acidente da Chapecoense às 21h59, no dia 28 de novembro de 2016, uma segunda-feira; da morte de Delfim de Pádua Peixoto, que estava no avião; do estado de saúde de Bobby Charlton, aquele que sobreviveu ao acidente de avião da equipe do Manchester United, em Munique, no ano de 1958, quando morreram oito pessoas; a morte do seu Valdir Santos, pai do Sergio Murilo, parceiro nas rádios por onde andei, para completar os fatos que me abalaram neste final de semana, e por fim, o acidente de Romain Grojean no GP de F1 no Bahein, recordando Nick Lauda e Airton Senna. Tudo isso me leva a pergunta: os nossos jogadores já aprenderam a respeitar o 1m de silêncio[i]?

2 - Ídolo

Bobby Charlton, campeão do mundo com Inglaterra, em 1966, lenda do Manchester United está em estado senil. Charlton tem 83 anos, foi jogador do Manchester por 17 anos, jogando 758 partidas e marcou 249 gols. Ganhou três ligas inglesas, uma FA Cup e uma Copa de Europa. Sobreviveu ao acidente de avião em Munique, no ano de 1958. É o velhinho da foto acima.

3 - Sobreviventes

Ao lado estão os sobreviventes do acidente aéreo da Chapecoense, na Colômbia, há três anos, quando o avião que levava a delegação da Chapecoense, convidados e jornalistas para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, caiu em Rio Negro, nas proximidades de Medelin. Foram 71 mortos. Em SC sobrevivem: Hélio Neto, Jakcson Follmann e Alan Ruchel.

4 – Vai faltar jogos

Vai faltar jogos para o Figueirense se salvar e permanecer na Segunda Divisão. Ainda terá que jogar 14 partidas, e até agora, depois de 24 jogos, somou apenas 21 pontos. Para fugir do rebaixamento vai precisar de 43; faltam 22. Precisa de 24 em 14 jogos, o que não conseguiu em 24. Chiquinho de Assis e Marcio Coelho conseguiram em 2019.

5 – Gols na Austrália

Rodrigão estreou no Avaí contra o Cuiabá e teve torcedor que colocou no twitter: Na Austrália já sabem que Rodrigão fez um gol, brincando com o fuso horário. Não fez e o Avaí perdeu por 2 a 1. Rodrigão saiu do Avaí para jogar no Coritiba. Voltou; não progrediu. Fracassou. Raphinha saiu júnior do Avaí para jogar o Vitória de Guimarães, dali para o Rennes na França e agora joga na Primeira Divisão do campeonato inglês, defendendo o Leeds. Há quem prefira aqueles que fracassam e voltam.

6 – Eles entram

Que coisa: Valdívia, pelo Avaí, e Marquinhos, pelo Figueirense, entram no time e não ajudam a ganhar. O futebol deles acabou e ninguém se deu conta. Não acredita? Confira hoje às 20h, na Ressacada, o Avaí enfrenta o Oeste, time treinado por Roberto Cavalo campeão Estadual pelo Avaí em 1998 e da Série C, como treinador em 1999.

7 – Medo, só pode!

Não permitiram que o zagueiro Kunde jogasse pelo Cuiabá contra o Avaí. Medo? Ele era o quarto reserva e não foi titular uma única vez este ano. Comecei a olhar o jogo e percebi que a defesa não ataca, rifa a bola, não segura e quando o goleiro do Avaí vai sair jogando dá tempo de ir ao banheiro, voltar e a bola ainda está na área. Por medo, o Avaí só foi chutar no arco do Cuiabá aos 23m do primeiro tempo. Medo!

8 - Vício

É só cair que o juiz apita. Eles não gostam de futebol. O jogo não flui. Você sabe por que um juiz apita quando um jogador faz falta, segura o adversário ou pega a bola com a mão? É porque ele interrompe o jogo. Hoje não são eles que interrompem o seguimento das jogadas, os árbitros interrompem muito mais o jogo que os jogadores faltosos.

9 – Evolução

Sai Ronaldo entra Rodrigão! O Júnior Jackson, formado na base, passa a ser a terceira opção. E tenho percebido que nas substituições são sempre os ex-juniores que saem. Anotem que o melhor jogador do Avaí chama-se Rômulo, formado na base. O Alemão vindo de Ibirama não tem mais a mesma velocidade. Para o Avaí e para eles, faltam 14 jogos; 51 pontos e o time ainda não garantiu a permanência na Segunda Divisão depois de contratar 27 jogadores, só neste ano. Que competência.

10 - Brusque, Marcílio, Tubarão, Joinville...

Não esqueci do Criciúma que não consegue sair do lugar. O Brusque parecia ir bem, trouxe reforços e agora tem que ganhar, porque se perder ou empatar não sobe de divisão. Na Série D, o Marcilio conseguiu passar para a outra fase, quando terá que vencer a Ferroviária, em dois jogos. Passando enfrentará o vencedor entre Gama x Goianésia. O Marcílio ainda sonha com a promoção à Série C.

11 – Sidão

Sidão, goleiro no Figueirense, mas tem contrato com o Goiás até o dia 31. O Goiás é responsável pelo salário dele, que o Figueirense repassa mensalmente. Ele quer até o final da temporada em fevereiro. Deve ser por isso que ele anda “aceitando” chutes de fora da área. Ele joga amanhã as 19h15 em Sergipe contra o Confiança.

12 - Voltam os torcedores?

Na Inglaterra, os dirigentes estão pensando em promover a volta dos torcedores nesta quarta-feira, dia 2 de dezembro, aos estádios. A princípio serão permitidos no máximo 4 mil pessoas nos espaços abertos, em cada estádio da Inglaterra.

 

Fim.

______________________________________________________

[i] https://as.com/futbol/2020/11/28/album/1606593667_727782.html

Tags:
futebol nossa jogada paulo brito
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Exclusivo

Nossa Jogada

Janeiro 18, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Janeiro 14, 2021
Exclusivo

Nossa Jogada

Janeiro 11, 2021

Nossa Jogada

Janeiro 07, 2021

Paulo Brito

Paulo Brito

Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!