18.7 C
fpolis
18.7 C
fpolis
quarta-feira, 18 maio, 2022

Nossa Jogada

Últimas notícias

[ad_1]

Nossa Jogada

Reprodução/Arquivo

1 – Guerra outra vez?

Há uma estátua nos arredores do estádio Krestovky, em São Petersburgo, em homenagem aos jogadores do Dynamo, de Kiev, na Ucrânia, considerados heróis de guerra. Neste estádio deveria ser realizada a final da Champions, em 28 de maio, não fosse a invasão russa à Ucrânia. O monumento é em homenagem aos jogadores do F. C. Start, que eram prisioneiros de guerra em 1942, que enfrentaram o time da Luftwaffe, a força aérea alemã. No primeiro encontro golearam o adversário por 5 x 1 e, na revanche, por 5 x 3. Conta a lenda que todos os jogadores foram presos e mortos. No livro Futebol & Guerra, de Andy Dougon, editado pela Zahar, em 2004, ele descreve que oito deles foram presos e cinco morreram antes do fim da guerra.  Sobre a lenda há um filme com o título “Fuga para a Vitória”, em que atuam: Sylvester Stallone; Pelé; Peter O´Toole e Bobby Moore entre outros.

 

2 – Betão e a Guerra


Reprodução/Wikipédia

Ebert William Amâncio, o Betão, zagueiro do Avaí, de nacionalidade italiana, atuou por sete anos no Dynamo, de Kiev, na Ucrânia, de 2008 a 2015. Passou pelo Évian, da França, na Ponte Preta, até aportar no Avaí, em 2016. Betão deixou amigos em Kiev e anda preocupado. Entre o que viveu na Ucrânia, conta a história de quando estava em um mercado de Kiev; ao lado estava uma garotinha, que quando viu Betão falando em “russo”, se mostrou surpresa e chamou a atenção da mãe.

– Mamãe, olha um negro falando russo!

Eu não sabia que era comum encontrar brasileiros, como Betão, falando russo em um mercado em Kiev. A menininha também ficou surpresa. E eu, por saber que a língua na Ucrânia era o russo. Mais tarde descobri que nos países que fazem fronteira com a Rússia – como: Lituânia, Ucrânia, Estônia, Letônia e Finlândia – a língua falada é o russo. 

 

3 – Números


Reprodução/FFC

Segundo o Rodrigo Polidoro, foram disputados até sábado, dia 26 de fevereiro de 2022, 166 clássicos entre Avaí x Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, e os números são estes: 62 vitórias do Figueirense; 62 empates e 42 vitórias do Avaí. O último, válido pela primeira fase do Campeonato Estadual de SC do ano de 2022, terminou em 4 a 1 para o “Figueira”, gols de Oberdan (F), Clay (F), Muriqui (A), Cortes (AG) e Clayton (F). O árbitro foi Ramon Abatti Abel, da FCF.

 

4 – Estadual de SC 2022

A décima rodada, que começou no sábado, dia 26, e terminou no início da noite do domingo, dia 27 de fevereiro, teve os seguintes resultados: Hercílio 3 x 0 Chapecoense; Marcilio 4 x 2 Barra; Joinville 1 x 3 Brusque; Concórdia 2 x 1 Juventus e o citado Figueirense 4 x 1 Avaí. Faltando uma rodada para o final da primeira fase a classificação é a seguinte: Brusque 23 pg; Hercílio 21; Camboriú 20; Concórdia 17; Chapecoense 16; Figueirense 14; Marcílio 12, Barra e Próspera 10; Avaí 9, Joinville 8 e Juventus (rebaixado à Segunda Divisão) 6 pontos ganhos em 10 jogos. Última rodada será domingo: Chapecoense x Marcílio; Barra x Joinville; Avaí x Hercílio; Próspera x Concórdia; Brusque x Figueirense e Juventus x Camboriú.

 

5 – Wilson – Progredindo

O Figueirense anunciou o retorno do goleiro Wilson, 10 anos depois de ter saído para defender o Vitória na Série A. Aos 38 anos, Wilson foi formado no Flamengo, jogou no Olaria e Portuguesa antes chegar ao Figueirense, em 2007, trazido por Anderson Barros. Em 2012 saiu para defender o Vitória; em 2015 no Curitiba; esteve um período no Atlético Mineiro e, este ano foi dispensando no Coritiba. O Figueirense o trata como uma estrela, veja no institucional divulgado pelo clube, aqui

 

6 – Artilheiros


Reprodução

O goleador do campeonato estadual de SC, com 8 gols, é Zé Vitor (25 anos), a esquerda da foto assinalado, tendo a sua esquerda – também assinalada, Getúlio, ex-jogador do Avaí, hoje no Vasco da Gama. Zé é natural da cidade Paula Afonso, na Bahia, e Getúlio, de Olho D´Água, do Casado, no Sergipe. O artilheiro do Marcílio Dias passou por Tubarão até chegar à cidade portuária.  A “Turma do Parapeito”, preconceituosa, não dá muito cartaz e nem lembra que Zenon, Lourival e Veneza, jogaram nos times do Sul antes de aportarem na Ilha.

 

7 – Em 2022 campeão e neste Estadual

O time do Avaí e não o clube, foi desmanchado. Restaram Alemão e Lourenço no time titular. O filho da Dona Cotinha culpou os dois campeões estaduais de 2021 pela derrota de 4 a 1 para o Figueirense. Ele anda esquecido e não lembrou que a direção do Avaí, por orientação de Marquinhos Santos, contratou 11 novos “reforços”, que não reforçaram o time campeão de 2021 que está na foto abaixo.


Reprodução

Com Gledson; Edilson, Betão (Rafael), Alemão e Diego Renan; Bruno Silva, Giovanni e Lourenço (Jean Martin); Getúlio, Júnior Dutra (Renato) e Valdivia (Vinicius Leite). O treinador foi Claudinei Oliveira. Matheus Ribeiro, era lateral direito da Chapecoense. Nos dois jogos o Avaí empatou e por força do regulamento foi proclamado campeão.

 

8 – Copa do Mundo do Catar

O Comitê Executivo da FIFA, reunido neste domingo (27/12), informou a UEFA e ao COI que a seleção da Rússia, até ordem em contrário, disputará os jogos da repescagem ao Mundial do Catar contra a Polônia, em campo neutro, com portões fechados, sem hino, bandeira, usando apenas o escudo da federação sob pena de ser excluída da competição. E a UEFA transferiu a final da Champions de São Petersburgo para o Estádio de France, em Saint Denis, próximo a Paris.

 

9 – Guerra, aonde?

O ônibus do Bahia é atacado e jogadores são feridos; ônibus do Internacional é tocaiado e a Federação Gaúcha suspende o “GRENAL”; torcedores do Paraná invadem o gramado e jogares correm para o vestiário; dirigente de clube agride árbitro no Rio Grande do Norte; torcedores do Sevilha quebram o ônibus por euforia; torcedores do Avaí quebram “van” que trazia torcedores do JEC à Ressacada. Guerra, aonde?

 

10 – Enquanto Líder

Raul Cabral, treinador do Hercílio Luz, colocou nas redes sociais uma frase: “Seguimos unidos em busca de grandes objetivos”. Uma frase feita, porque na vida e no futebol tudo pode mudar no próximo jogo, principalmente no mata-mata, que não permite erros e recuperação.

 

11 – Projeção

O Marcílio tem 12 pontos ganhos e 3 gols de saldo, enfrenta a Chapecoense. Poderá ser ultrapassado pelo Barra com 10, que enfrenta o Joinville, ou pelo Prospera com 10, que enfrenta o Concórdia. O Avaí só ultrapassa o Marcílio se vencer o Hercílio por 4 gols e o Marcílio perder de mais de três para a Chapecoense. A vaga que resta será disputada entre quatro clubes, na última “volta do ponteiro”, mas como o futebol é uma “caixinha de surpresas”… É bom esperar o apito final.

FIM.

[ad_2]

Source link

Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

SBT transmite final da Europa League nesta quarta-feira

O SBT transmite nesta quarta-feira, 18, a final da Uefa Europa League entre Eintracht Frankfurt (ALE) e Rangers (ESC),...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }