22 C
fpolis
22.2 C
fpolis
terça-feira, 24 maio, 2022

Nossa Jogada: Melhores do Ano

Últimas notícias
Nossa Jogada: Melhores do Ano
Reprodução

1 – Treinador

Johan Klopp leva meu prêmio de o melhor treinador. Pensei em Fernando Diniz, do São Paulo FC. Ontem deixou cair a máscara dando exemplos negativos, descontrolado ao final do jogo contra o Grêmio e aquela postura não cabe em um líder.

2 – Termina

É, termina hoje o contrato de Valdívia com o Internacional. E ganhava 250 mil por mês.  O Battistotti reembolsava 50 mil ao Inter. Não apareceu ninguém interessado e, ele pode jogar na Série A. Você sabe os números dele no Avaí?

3 – Não joga

Centroavante que não joga, atrapalha. Assim, o Avaí, com Ronaldo ressuscitou o CRB. Adorei a elegância do Valdívia, me encanta vê-lo jogar, porque sempre termina entregando a bola para o adversário, esquecendo os outros 10 jogadores do Avaí. Ele joga sozinho.

4 – O Melhor de todos

O Metropol, de 1968, este que ai está: Vevé, Di, Adairton, Ortunho, Rubens e Joel; agachados Marcio, Carbone, Nilso, Madureira e Toninho.

5 – Outros…

Nunca vai ter outro Avaí de: Danilo; Souza, Maneca, Veneza e Orivaldo; Lourival, Balduino e Zenon; Ademir, Juti e João Carlos; nunca um Paula Ramos de Gainetti; Maneca, Neri, Zilton e J Martins; Nelinho, Valério e Sombra; Helinho, Oscar e Zack…

Nem Figueirense de: Nilson; Pinga, Nelson, Adailton (Moenda) e Casagrande; Sérgio Lopes, Moacir e Luiz Everton; Marcos, Jaci e Zé Carlos; nem como o Criciúma de 1991 de: Alexandre; Sarandi, Vilmar, Altair e Itá; Roberto, Grizzo e Vanderlei; Gelson, Soares e Jairo Lenzi.

E se juntar tudo, nunca vai haver, enquanto eu for vivo, um time formado assim: Jorge Fossati; Pinga, Nelson, Veneza e Tenente; Nelinho, Valério e Zenon; Marco, Norberto Hoppe e João Carlos.

6 – Velha

Olha que os goleiros têm treinadores especiais, mas a bola na pequena área é do goleiro. Por isso se chama área do goleiro. Não pode ficar pregado debaixo da trave. E tem outra, quando fora dar um chutão os zagueiros têm que correr para o meio de campo. O Lauro Burigo marcava onde o tiro de meta de um goleiro alcançava e gritava para a defesa: “Aqui, daqui a bola no chute dele não passa.”

7 – Fala Conselheiro…

Osmar Schlindwein e ex-diretor do Avaí disse: “No início da temporada, diretoria e crônica esportiva, diziam que o Avaí montou o melhor grupo, e que ganharia tudo que estaria disputando. Não ganhou nada. Contratou 45 jogadores, dava para formar quatro times e um reserva. Goleiros: Lucas Frigeri, Gledson e André. Laterais: Capa, João Lucas, Ramon, Edilson, Yury e Felipe Santos. Zagueiros: Betão, Alan Costa Alemão, Airton, Zé Marcos, Henrique, Matheus Cabral e Victor Salinas. Meio campo; Ralf, Jean Martins, Marcinho, Foguinho, Luan Pereira, Bruno Silva, Leandrinho, Renatinho, Wesley, Renato, Adryan, Valdívia e Pedro Castro . Atacantes: Vinicius Jaú, Gustavo Poffo, Da Silva, Rildo, Cesinha, Alexandre Alemão, Ronaldo, Romulo, Jonathan, Rodrigão, Getúlio, Gaston Rodrigues, Matheus Lucas, Vinicius Leite, e Tucão”.  E aconselha o Battistotti: “Fique com uns seis, utilize jogadores da base para o resto da Série B e manda ainda hoje tudo embora, inclusive quem contratou”.

8 – A esperança

Sábado tem Oeste e Figueirense, em Barueri, para vê se os meninos do Jorginho façam o Norton Boppré começar o ano melhor. Quem sabe o Figueira permaneça na Série B junto com Avaí, Brusque, Coritiba, Goiás, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, que tendem a cair e ficar.

9 – Lamentar

A morte de Maradona, Carbone, Paulo Magro e de Paulo Rossi.

10 – Homenagem

Noite de vigia. Eles mereciam estar junto com a família. Foi assim que imaginaram. O medo não passou. Porque os pacientes perdem o poder quando são chamados de “Maca Numero 4” ou “O cara da dor no braço”. Mas até quando morrem não perdem seus rostos; não perdem seus nomes; são mais que estatísticas; são filhos, irmãos e tios. Quando perdemos alguém precisamos de uma lembrança por pior que seja. Os pacientes com Covid-19 sofrem isolados, desamparados sem a presença das pessoas que se importam. Sem amor, muitos estão preocupados com você e não sabem o que fazer. Alguns passaram pela fase onde tudo estava péssimo… Agradeça aos que estão na frente salvando vidas, aos motoboys que arriscam a vida atendendo seus pedidos de quem não pode sair de casa.

11 – Neymar Junior

Só ele? Tem gente na frente da fila. Gente que não ganha a publicidade que ele provoca. Neymar entretém as pessoas em todo o mundo jogando futebol. Imagine se cada emissora de TV no mundo pagasse 10 reais a ele do que faturando em publicidade. Só no Brasil, se em cada cidade que tem uma TV pagasse 10 reais por cada vez que usam o nome dele. Se Neymar, Messi e Ronaldo cobrasse por pessoa que o visse jogar? A mansão que ele comprou gerou riqueza e empregos, o dinheiro dele trocou de mãos. Quanto custou? Se custou 200 milhões, divida por 5 e veja que ele pagou 40 milhões de euros. É o valor do dinheiro que ele ganha, por ano, jogando futebol na França.

Fim.

Paulo Brito
Paulo Brito nasceu em Florianópolis, graduou-se em jornalismo na PUC RS em 1972, mas desde 1971 exerce o ofício de comentarista esportivo, tendo trabalhado em jornais, rádios e televisões nas praças de POA, SP, BCN e FLN. Foi professor do IEE: - Instituto Estadual de Educação e no Colégio Catarinense, profissão que o levou a UFSC: - Universidade Federal de Santa Catarina onde permaneceu até 1998. Foi membro da Comissão que criou o Curso de Jornalismo na Federal de SC.
Mais notícias para você
Últimas notícias

WhatsApp lança campanha de conscientização sobre violência de gênero

O WhatsApp lança hoje, 24, uma campanha de conscientização sobre violência de gênero em parceria com o PapodeHomem, um...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }