18 C
fpolis
18 C
fpolis
sábado, 28 maio, 2022

O dólar caiu e o preço da gasolina não!

Gasolina
Foto: Pixabay
Últimas notícias

Dólar. Entre altas e baixas, o dólar fechou o mês de março com queda e teve o maior recuo trimestral desde 2009. O dólar comercial fechou o dia (31.03) cotado a R$ 4,761 queda de 7,63% no mês e 14,55% no trimestre

Petróleo. O preço internacional do barril de petróleo também fechou o mês de março em forte queda, isso porque o Governo americano liberou parte das reservas estratégicas aliviando os efeitos da Guerra entre Rússia e Ucrânia sobre o preço do produto. O contrato do petróleo WTI para maio fechou em baixa de 6,99% (US$ 7,54), a US$ 100,28 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o petróleo Brent para junho recuou 6,04% (US$ 7,54), a US$ 104,71 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Preço da gasolina. Mas a queda na cotação do dólar e no preço internacional do barril de Petróleo devem demorar para chegar no bolso dos consumidores. Em Florianópolis ainda tem posto com o preço acima dos  R$7,00, ou seja, a “velocidade da fórmula” para o aumento do produto não é a mesma para o movimento queda nos preços. A solução é continuar pesquisando com o auxílio do app Waze para encontrar os postos com o menor preço, pois a variação entre os postos pode chegar a cerca de 8,5% na Capital.

Mudança à vista? A mudança na Presidência da Petrobras está dando o que falar. Isso porque está sendo cogitada uma possível mudança na política de preços dos combustíveis – que deixaria de ser atrelada ao preço internacional do produto e consequentemente,  exposta a variação na cotação dólar. No entanto, o economista Adriano Pires horas antes de ser anunciado como novo presidente da Petrobras, duvidou da hipótese de haver uma intervenção na Petrobras a ponto de alterar a política de preços da companhia. Entre as especulações e a realidade, manda a prudência: aguardar.

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Colombo enfrenta adversários dentro do PSD

Pelo menos três personalidades do cenário eleitoral catarinense, pré-candidatos assumidos, já receberam sinalizações do deputado Julio Garcia e de...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }