18.6 C
fpolis
18.6 C
fpolis
quarta-feira, 25 maio, 2022

O que divulgar, além da pandemia

Últimas notícias
O que divulgar, além da pandemia

Sem dúvidas, em um momento excepcional, de um vírus que adoece o mundo, é um dilema para editores escolher o que noticiar. É tão massacrante o volume de fatos negativos que parece um contrassenso encontrar notícias positivas. É obvio que elas existem, mas para isso é preciso pautar, sair às ruas, movimentar a estrutura do jornalismo. No momento elas estão exageradamente recolhidas, como se fazer entrevista propiciasse a transmissão do vírus de maneira incondicional.

 

Meio-Dia

A programação depois do almoço tem um fato novo, há uma semana, que é a edição local do SBT “A Tarde é nossa”. Com três apresentadores (foto) – Maria Ester, que continua no ar após o SCC Meio-Dia, Laércio Botega e a personagem Dona Maricotinha – o programa começa antes da “Hora da Venenosa”, da NDTV, tentando encorpar o horário local e concorrer no Ibope.  

O novo espaço do SCC é mais do mesmo, no estilo colorido da casa, mas tratando de temas onipresentes nesse tipo de programa, como exemplo, os barracos do BBB 21. Nesta segunda-feira, 26, um dos assuntos em destaque foi fases da lua. 

Nesses tempos pandêmicos, pode servir de alívio para quem está em casa e ainda curte TV aberta nesse horário.

 

Prisco

O destaque do SCC ao meio-dia continua sendo o comentário de Claudio Prisco Paraíso, por volta das 13 horas, que trata de assuntos políticos em geral, com boas informações de bastidores e opiniões muito posicionadas. Mas, recentemente, Prisco tem exagerado em criticar os ministros do STF, PT e Lula.

Chegou a escrever no SCC10 sob o título “Ladrão”, que não tem preconceito contra Lula e o PT, mas termina dizendo que se o ex-presidente disputar a eleição, antes terá que dar explicação “porque é bandido e ladrão, sim”. 

O texto do comentarista soa parecido com certo esquadrão de ódio que infesta a internet e provavelmente já deve ter recebido alguma observação interna, tipo “calma Prisco”. Afinal, certos destemperos podem até ser assimilados na área política, mas no jornalismo não. 

 

RBS

 

Que a pandemia impacta no resultado das empresas não há dúvidas. Quando surgem exemplos são imediatamente notados, como é o caso do balanço do Grupo RBS publicado recentemente na imprensa gaúcha.

A holding RBS Participações diminuiu resultado em 23%, fechando 2020 com um lucro de 36,9 milhões. Zero Hora, principal jornal impresso do Grupo, deu prejuízo de 23 milhões de reais. A Rádio Gaúcha, outra líder de segmento, teve queda de resultado em relação ao ano anterior, mas fechando ainda com lucro de 4,2 milhões de reais, 50% menor que 2019.

Recorda-se que Rádio Gaúcha vem ancorando o salvamento de Zero Hora com um site único e gerador de informação chamado de GZH

Claiton Selistre
Publisher, colunista e owner do Portal Making Of, é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário, além de coordenador do comitê editorial da RBS em Santa Catarina. Antes atuou na Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há sete anos.
Mais notícias para você
Últimas notícias

SINAL VERDE CANNABIS

Não é de hoje a luta de muita gente para ter acesso a tratamentos com o óleo derivado da...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }