Outubro 24, 2020

O Tribunal do impeachment e a lição para jornalistas e políticos

O Tribunal do impeachment e a lição para jornalistas e políticos

Como tantas vezes destacado em títulos e textos nos últimos dias, a sessão do Tribunal Especial realizada ontem,23,  na Assembleia Legislativa foi um momento histórico. Mas não só porque o placar foi favorável a vice-governadora, impedindo o que estava sendo chamado de “governo do legislativo, como também deixou tudo mais às claras.

E o que ficou claro, em primeiro lugar, é que o processo que monopolizou os deputados em plena pandemia, tinha objetivo político. Os votos de todos os deputados foram, favoráveis ao impedimento, um dos quais citou em discurso a reivindicação de aumento para policiais, não atendida por Moisés e outro salvou Daniela lembrando Jair Bolsonaro. Apenas um desembargador acompanhou. Os demais defenderam teses legais, isentas e republicanos, como também o presidente do Tribunal de Justiça em voto de minerva pró-vice.

A outra clareza do resultado da votação serve como lição para jornalistas: nada está definido até o último voto. Aqueles que usaram seus espaços de opinião para pressionar pela condenação do governo, chegando a usar adjetivos fortes, ao defenderam interesses pessoais, da sua empresa ou de seus blogs, levaram um susto durante a sessão. Um ou outro já estava mudança de discurso quando a reunião sinalizava o resultado inesperado. E outros adaptaram suas posições depois do final, já na madrugada.  

Saíram fortalecidos dessa maratona de reuniões, debates e votações, por outro lado um grupo de jornalistas, que se manteve coerente todo o tempo. Alertou sobre os interesses que estavam em jogo e para o fato que os desembargadores dariam voto técnico. Não seriam influenciados pelo ambiente.     

Nesse pequeno grupo, foram destaque os jornalistas da NSC, Ânderson Silva; da Making Of e Barriga Verde, Roberto Azevedo e do SCC/BT, Claudio Prisco Paraíso.

 

Tags:
multimidia claiton selistre bastidores comunicação TV rádio jornal
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Claiton Selistre

Claiton Selistre

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia. Dirige a Making of há seis anos.

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!