18.2 C
fpolis
18.2 C
fpolis
quinta-feira, 18 agosto, 2022

Organizar é a missão dela

Últimas notícias
Organizar é a missão dela

Ser Personal Organizer é mais do que profissão, é amor mesmo, daqueles que às vezes nasce quando criança ainda, mas a gente não se dá conta. Neste domingo, dia 03 de outubro, é celebrado o dia desse profissional, que dá o seu melhor para ajudar pessoas a organizarem a casa, a se organizarem, e, com isso, organizam melhor a vida.

E não, Personal Organizer não faz faxina, não limpa armários, não esfrega o chão. O nome já diz; ela ´organiza`. Coloca em ordem gavetas, armários, prateleiras, otimiza espaços, cataloga peças, objetos, põem em ordem tudo o que estiver bagunçado e dá fluidez aos ambientes. Sim, como já diziam os mais antigos: “cama bagunçada, vida bagunçada”, e isso serve para tudo!

 

Gisele Pascoali foi uma dessas pessoas que descobriu a profissão, antes mesmo dela ser regulamentada. Desde a adolescência a menina gostava de arrumar o guarda-roupas, mas durante a semana a bagunça voltava. “Era um tsunami”, apelido que o pai dela a chamava, lembra.

A adolescente cresceu, estudou Design de Interiores, se formou em Psicologia, mas ainda sentia que faltava alguma coisa, não era realizada. “Foi então que resolvi ouvir a minha mãe e colocar em prática o que ela dizia: Vai arrumar o guarda-roupa das tuas amigas!”, conta Gi.  E lá foi ela!

Personal Organizer desde 2014, Gisele carrega o sonho de transformar a casa dos clientes, uniu os conhecimentos da psicologia e design de interiores, com a prática de organizadora, e saiu por aí, conhecendo famílias, entrando nas casas e organizando as vidas, para deixar cada gaveta, cada prateleira em ordem e de maneira prática e usual. O que recompensa as horas e horas de trabalho? “Ver os sorrisos de alegria em cada rosto, quando concluo a organização”, responde ela.

Gisele atua na Capital e na região grande Florianópolis há 7 anos, é coautora do livro Personal Organizer: Mudando sua Vida. Ao longo desses anos se tornou uma das especialistas mais reconhecidas no sul do Brasil, já palestrou nos maiores eventos de organização do país, como: Personal Organizer Brasil, OrganizaSC, EPOSUL e Maratona da Organização.

 

E com seu Megafone e Plumas, vestida de macacão, ela leva sua autenticidade por onde passa, seja em eventos, lojas, cursos, ou nas casas das pessoas mesmo.

Neste dia do Personal Organizer, os parabéns a ela e a todos os profissionais que seguem transformando espaços e vidas!

*****

 

Cultura na faixa  Foto Bruno Ropelato

Elogiadíssimo quando estreou em 2019, o espetáculo “A Sua Voz – Uma Peça sobre Malala”, do Coletivo Mar Cultural, abre a programação de outubro do Domingo com Teatro, projeto que promove apresentações semanais gratuitas de teatro infantil em Florianópolis.

A peça conta a história da corajosa menina paquistanesa que comoveu o mundo por batalhar pelo direito à educação para todas e todos. A apresentação será neste domingo, 3, às 11h30, no Villa Romana Shopping, na Capital. A entrada é gratuita.  

*****

 

Realidade virtual     Foto José Luiz Somensi

 

O influencer mirim Davi Hideki Seo se divertiu visitando os apartamentos decorados do D/Nex, novo empreendimento da Dimas Construções, por meio de realidade virtual.

O projeto já começa a mudar a paisagem de uma das principais vias do bairro Estreito, a avenida Max Schramm. Localizado próximo ao amplo terreno da Marinha do Brasil, o empreendimento será uma espécie de marco na renovação urbanística da região. 

*****

 

Novo trabalho

 

Rafael Isac é nascido em Florianópolis e desde criança já demonstrava muito talento para a música. O cantor, compositor e multi-instrumentista fazia dos sofás e sacadas de casa, o próprio palco, além de aprender a tocar instrumentos com uma bateria que ele mesmo construiu. Hoje, o autodidata tem mais de 15 anos de trajetória e agora traz o novo produto “Trilogia”, a nova música de trabalho que estará disponível nas plataformas digitais e videoclipe no YouTube.

Integrante de algumas bandas musicais, Rafael contabiliza no currículo shows em vários estados e dividiu palco com artistas como Charlie Brown Jr, Skank, Michel Teló, Luan Santana, Projota, entre outros.

“Trilogia” já está disponível em todas as plataformas digitais e o videoclipe será lançado dia 01 de outubro, no YouTube.

*****

 

Movimento Rosa

A segunda edição do Movimento Rosa, promovido pela Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Santa Catarina (SBM/SC), terá como principal foco a solução de um dos principais gargalos no diagnóstico do câncer de mama na região da Grande Florianópolis: a realização de biópsias para pacientes sem convênio médico privado, encaminhadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o Hospital Regional Homero de Miranda Gomes, localizado em São José.

 

Exames e campanha preventiva

Serão beneficiadas mulheres de 18 municípios, entre 1º de outubro deste ano e março de 2022. Além disso, será promovida uma campanha estadual de conscientização sobre a importância dos cuidados preventivos.

“Vamos zerar a fila de espera”, afirmou Adriana Freitas, presidente da SBM/SC. Serão realizadas biópsias de lesões palpáveis, guiadas por exame físico no próprio hospital. No caso das lesões não palpáveis, serão feitas na Clínica Imagem, em Florianópolis, com procedimento guiado por exame de imagem, como mamografia ou ultrassom. Tudo sem qualquer custo para as pacientes.

Baixa na pandemia

Entre 2020 e 2021, a pandemia trouxe uma redução do atendimento às consultas de rotina para prevenção do câncer feminino. Estimativas nacionais mostram que mais de 40 mil casos de câncer de mama não foram diagnosticados em 2020, o que deve engrossar a estatística de casos avançados da doença nos próximos meses, com reflexos nos números de Santa Catarina.

Ação premiada

A primeira edição do Movimento Rosa foi premiada com o segundo lugar entre os projetos mais inovadores no controle do câncer de mama no Brasil, concedido pelo Brazilian Breast Cancer Symposium (BBCS), maior evento de pesquisa em câncer de mama do país, realizado em maio.

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa e Santa Catarina: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.
Mais notícias para você
Últimas notícias

TUM! Escute seu coração e participe do edital

Quando eu digo que minha amiga Ivanna Tolotti não para... é sobre isso: o TUM Festival, mais importante festival ...