Portal Making Of

PARTIDO NOVO USA O ANTIPETISMO COMO ESTRATÉGIA PARA 2022

O Partido Novo foi o primeiro de Santa Catarina a confirmar os nomes dos candidatos da majoritária que vão disputar as eleições estaduais de 2022.

Para o governo a legenda escolheu o promotor Odair Tramontin que terá como vice o empresário criciumense Ricardo Althoff. Já para o senado, o Novo confirmou o médico oftalmologista, Luiz Barbosa Neto, que já foi em 2020 candidato a vice-prefeito de Florianópolis.

O partido, que já comanda a prefeitura de Joinville, e teve bom desempenho em Blumenau com o próprio Tramontin, quer crescer no estado e vai usar o antipetismo como estratégia para buscar os votos de direitistas que não querem votar em Bolsonaro.

Segundo Odair Tramontin, o partido Novo é o mais antagonista ao PT, pois de acordo com o promotor, eles discordam em tudo. “Eu desafio as pessoas que eventualmente duvidam. Vai olhar nas votações, nos principais temas, onde estava o PT e onde estava o partido Novo”.

Ele cita as votações das privatizações e marco legal do saneamento. O partido Novo usa informações da Câmara dos Deputados (https://dadosabertos.camara.leg.br/) e do estudo do analista de dados Caio Engelhardt Caminoski sobre como votam os parlamentares no Brasil para confirmar o discurso.

O Novo e Tramontin pretendem, primeiro, ter um bom desempenho em 2022 para em 2024, nas eleições municipais, manter a cidade de Joinville e ter boas chances de levar as prefeituras de Blumenau e Criciúma.

VAN HATTEN EM SC

O deputado federal do Rio Grande do Sul, Marcel van Hatten, está percorrendo algumas cidades catarinenses fazendo palestras com o candidato ao governo do Novo e também com o deputado federal catarinense, Gilson Marques.

Ele já esteve em Camboriú e Brusque e nessa sexta-feira, 29, vai fazer uma palestra em Blumenau, a partir das 19 horas, no Clube Ipiranga. No Sábado, às 15h30, vai se encontrar com filiados do Novo na cidade de Rio do Sul, no Alto Vale.

Os colunistas são responsáveis por seu conteúdo e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal Making of.

Compartilhe esses posts nas redes sociais:

Leia mais