8.8 C
fpolis
8.8 C
fpolis
sexta-feira, 1 julho, 2022

Planos de saúde! Sem cobertura…

Foto/crédito: Pixabay
Últimas notícias

Um aumento de 15% nos planos de saúde cai como uma bomba no bolso do consumidor e,  paralelamente a isso, o Superior Tribunal de Justiça – STJ decide a favor do rol taxativo mitigado (lista máxima de procedimentos) desobrigando as operadoras de saúde a cobrir os tratamentos que estão fora da lista da Agência  Nacional de Saúde Suplementar – ANS. No rol da ANS constam mais de 3,7 mil procedimentos, mas ficam de fora tratamentos importantes e os planos poderão negar-se a realizar tratamentos, realizar cirurgias, cobrir exames ou a fornecer medicamentos.

A decisão entrou em vigor no dia 08 de junho (quarta-feira) e afeta a vida de 49 milhões de usuários de planos de saúde, que poderão ter o acesso a tratamentos negados pelas operadoras mesmo com respaldo jurídico. Para o Instituto de defesa do consumidor a decisão quanto a mudança no caráter do rol é um imensurável retrocesso aos direitos conquistados há mais de 20 anos.

Contragolpe. Para especialistas, a mudança na decisão da justiça é fruto de um “lobby” das operadoras de saúde visando maior previsibilidade dos gastos. No entanto, o Senador Randolfo Rodrigues (Rede Sustentabilidade/Amapá) informou, por meio das redes sociais, sobre o projeto de lei de sua autoria – PL 396/22 que tramita no Senado Federal. O PL foi apresentado em fevereiro de 2022 com o objetivo de garantir aos usuários de planos de saúde todos os procedimentos e tratamentos necessários e se opõem à decisão do STJ. Lembrando que o Código de Defesa do Consumidor – CDC afirma que o consumidor é a parte vulnerável da relação de consumo, mas na prática quando se trata de um problema de saúde essa vulnerabilidade torna-se perversa.

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Incêndio destrói cinco casas de madeira na Grande Florianópolis

Um incêndio de grandes proporções destruiu cinco casas no bairro Bom Viver, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, na noite...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }