19.3 C
fpolis
19.5 C
fpolis
sexta-feira, 27 maio, 2022

Plataforma de treinamento em altura visa evitar acidentes em obras

Últimas notícias
Plataforma de treinamento em altura visa evitar acidentes em obras
Divulgação

Amanhã, 24, o Seconci Grande Florianópolis vai inaugurar em sua sede, localizada na Av. Mauro Ramos nº 1366 no centro de Florianópolis, a Plataforma de Treinamento em Altura NR-35, que visa evitar acidentes em obras.

O evento de lançamento será realizado a partir das 8h30 para convidados e ao longo do dia serão disponibilizados mais três horários, abertos às empresas que queiram conhecer a estrutura.

A inscrição é gratuita, mas é necessário fazer o agendamento prévio porque as vagas são limitadas a 10 participantes por grupo (total de 30) devido aos protocolos da Covid-19. Interessados devem entrar em contato através do telefone (48) 3204-7265 ou WhatsApp (48) 99148-7018.

A Plataforma de Treinamento em Altura NR-35 que o Seconci está inaugurando vai propiciar ao trabalhador uma vivência prática dos maiores riscos do trabalho em altura desenvolvido na indústria da construção, ampliando assim a percepção de risco dos trabalhadores e evitando acidentes futuros nos canteiros de obras da Grande Florianópolis.

São situações que envolvem, por exemplo, a movimentação e utilização de equipamentos de proteção individual em plataforma secundária que existem nos canteiros de obras; a demonstração correta do EPIs em linhas de vida, habitualmente instaladas nas periferias de lajes do canteiros de obras; a movimentação vertical e horizontal em altura com utilização de EPIs apropriados (cinto de segurança tipo pára quedista, talabarte tipo Y com absorvedor  e trava queda de cabo de aço); entre outras situações acesso e movimentação de andaime suspenso tipo jaú e cadeirinha.

“Esta plataforma é muito importante para o nosso setor, pois mais do que uma obrigação legal os treinamentos de segurança devem ser considerados investimento para as empresas. Os treinamentos reduzem o número de acidentes e ajudam a proporcionar aos trabalhadores um ambiente seguro para realização das atividades, buscando sempre a valorização do bem-estar físico deles”, destaca Eliane Machado, presidente do Seconci Grande Florianópolis.

Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, uma das principais causas de acidentes de trabalho fatais se deve a eventos envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes níveis. E não é diferente para os profissionais que trabalham em obras do setor da construção civil.

Entre os países do G20, o Brasil ocupa a segunda posição em mortalidade no trabalho, chegando a 8 óbitos a cada 100 mil vínculos de emprego, entre 2002 e 2020 – segundo dados do Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, elaborado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Mais notícias para você
Últimas notícias

Colombo enfrenta adversários dentro do PSD

Pelo menos três personalidades do cenário eleitoral catarinense, pré-candidatos assumidos, já receberam sinalizações do deputado Julio Garcia e de...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }