Junho 08, 2018

Plataforma eletrônica de compras públicas possibilita economia média superior a 20%

Em ano de eleições, um dos temas mais discutidos é sobre o uso de recursos públicos e como isso impacta no fornecimento de determinados serviços ofertados ao cidadão. De acordo com pesquisa divulgada em 2016 pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre o assunto, 70% dos brasileiros entrevistados entendem que os serviços oferecidos à população são de baixa qualidade, em razão de uma má gestão dos recursos públicos e não à falta deles. Na ocasião, foram entrevistadas mais de 2 mil pessoas em 143 municípios.

Para solucionar esses problemas e melhorar a qualidade da gestão pública brasileira, empresas de tecnologia nacionais desenvolvem soluções digitais que auxiliam administradores a gerir os recursos de forma mais eficiente. É o caso da plataforma Paradigma WBC Public, utilizada em todo processo de suprimentos, desde o planejamento, organização da demanda, e modalidades de compras conforme a legislação. Também faz a gestão de materiais, almoxarifado e patrimônio de entidades como Governos Federais, Estaduais, Municipais, autarquias e empresas do Sistema Indústria.

O diferencial da Paradigma WBC Public é ir além do processo de compras, em todas as modalidades eletrônicas e presenciais, realizando toda a gestão dos processos. Também fornece controle e registro eletrônico de cada etapa a partir de relatórios e documentos para acompanhamento que se integram com outros sistemas legados. A plataforma também oferece acesso para controle via mobile, permitindo maior mobilidade no uso da tecnologia.

A Paradigma WBC Public está apta para projetos internacionais ou binacionais, pois é multi moeda, multi idioma e multi taxação. Ou seja, com o uso da ferramenta é possível negociar em várias moedas, de modo que a entidade usuária faça compras com conversão automática.

O projeto da plataforma foi desenvolvido em 2000, dois anos antes do lançamento da lei n. 10.520 de pregão eletrônico — sancionada em 17 de julho de 2002 e que institui as regras para aquisição de bens e serviços comuns —, considerada pioneira no país e com eficiência comprovada por dezenas de clientes que utilizam a plataforma da Paradigma.

A transparência é um dos pilares da Paradigma WBC Public, de acordo com o Diretor da Unidade de Governo Eletrônico (eGov) da Paradigma, Luiz Alberto Galafassi. "Todo o processo feito na plataforma é auditado. Além disso, as informações gravadas e disponibilizadas na solução são criptografadas, garantindo a segurança na virtualização desses processos. Outro ponto muito importante é que qualquer cidadão pode acompanhar as licitações pelo portal eletrônico da administração pública de sua região. As ações realizadas pela plataforma seguem rigorosamente a lei, após a autorização do processo licitatório. Ou seja, todo o processo é transparente", conclui. 
Tags:
marketing
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Onze LG Gd

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!