Outubro 21, 2020

PREMIADO – E POR MENOS DE R$ 30

PREMIADO – E POR MENOS DE R$ 30
Aurora/Divulgação

Os vinhos gaúchos dominaram a premiação do Brazil Wine Challenge, realizada semana passada (13 a 18 de outubro) com apoio da Associação Brasileira de Enologia (ABI) e chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV). Especialmente os já reconhecidos espumantes do Vale dos Vinhedos. Três bons exemplos reconhecidos em Bento Gonçalves: Aurora Brut Rosé; Salton Espumante Prosecco; e Georges Aubert Espumante Brut foram premiados com medalhas Gran Ouro (junto com outros sete vinhos nacionais). O espumante da Aurora (foto acima) custa em torno de R$ 28 em lojas online. Os outros dois ficam em torno de R$ 40. Ou seja: representam uma combinação ímpar de qualidade e preço acessível. Tem coisa melhor que isso?


Jefferson Soldi/Divulgação

O Brazil Wine Challenge reuniu 30 jurados que tiveram a responsabilidade de avaliar 700 amostras (27% mais que a edição anterior). Na grande maioria vinhos nacionais, mas também exemplares de países como África do Sul, Alemanha, Chile, Espanha e Uruguai. De Santa Catarina destaque para a Hermann Vinhos e Vinhas, de Blumenau (leia-se Decanter), que produz algumas variedades na serra gaúcha. Foram duas medalhas de ouro: uma para a Lírica Espumante Crua e outra para o Matiz Alvarinho 2018. Já a Leone De Venezia, trouxe para São Joaquim medalhas de ouro para o Garganega 2018 e Palladio 2014. A relação completa dos premiados no BWC você pode conferir neste link.

__________

 

VERMELHOU


Bacardi/Divulgação

A tradicional garrafinha azul do gin Bombay, ganha uma parceira no Brasil. A Bacardi lançou ontem (20) em um evento virtual o Bombay Bramble, o primeiro gin saborizado da marca. O produto da garrafa vermelha tem como base o tradicional London Dry Gin, que recebe a infusão de amoras e framboesas frescas.

“O consumidor quer ter experiências diferentes com a bebida, com aromas e sabores diferenciados. Bombay Bramble é um produto que não tem adição de açúcares e corantes, pois tudo é proveniente das frutas naturais. Isso atende a uma demanda de consumidores que buscam por produtos mais naturais. Este é o grande diferencial do nosso produto”, diz Veridiana Carvalho, head de marketing da Bacardi Brasil.

O Bramble está sendo disponibilizado – por enquanto – apenas nos mercados de SP e RJ, mas vai ser encontrado em breve também em lojas online.

__________

 

BLACK


Brands for Fans/Divulgação

Já a banda de metal Kiss, está chegando ao mercado de destilados com um rum em uma garrafa preta. O Black Diamond (nome de uma música do primeiro disco) é feito com uma mistura de rum caribenho envelhecido por até 15 anos.

O material de divulgação fala em uma bebida com notas de damasco seco, baunilha, nozes, tâmaras secas, calda de baunilha, canela e chocolate. O produto é mais um lançamento da Brands for Fans, e está sendo vendido por cerca de 45 dólares.

__________

 

DEVERAS INUSITADO


Seven Bro7hers/Divulgação

Que a criatividade cervejeira não tem limites a coluna tem comentado há algum tempo. Mas cerveja com sabor de pizza é algo que supera a mais fértil das imaginações. Pois a invencionice existe (foto) e mais: tem notas de salame, barbecue e mel. A criação é uma parceria da Chicago Towns, fabricante de pizzas congeladas, com a cervejaria inglesa Seven Bro7hers. O produto em questão se chama Show Me The Honey (foto) e marca o lançamento de uma pizza que leva os ingredientes acima.


Reprodução Instagram

Em Lisboa, outro toque de criatividade (?). A Oitava Colina, uma cervejaria local, começou ontem (20) a produção de uma cerveja com as tradicionais queijadas de Sintra (foto). Difícil imaginar o resultado desta brassagem mas, nas redes sociais, a cervejaria fala em criar uma cerveja que possa harmonizar com tradicional doce português. Em fevereiro outra cervejaria portuguesa, a Dois Corvos, usou pastéis de nata (o popular pastel de Belém) na produção de uma Stout.

__________

 

POR AQUI


Cervejaria Barco/Divulgação

Menos preocupadas com o marketing, e sim com o sabor, as cervejarias brasileiras também apresentam novidades. A Barco, produzida em Forquilhinha, está colocando no mercado a Brazilian IPA Tangerina, que complementa a série de cervejas amargas com adição de frutas tropicais (as anteriores tem goiaba e manga).


Blumenau/Divulgação

Já a Cervejaria Blumenau está lançando a Bodas de Blumenau (foto) uma Wild Ale maturada em antigos barris de carvalho usados para armazenar diferentes vinhos brancos. A cerveja faz parte da série Mestres do Tempo e tem uma produção limitada a 1,5 mil garrafas

Tags:
vinhos cervejas cerveja artesanal drinks destilados whiskey gastronomia portal makingof
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Jefferson Douglas da Silva

Jefferson Douglas da Silva

Jornalista com especialização em Gestão de Marcas, atuou por mais de 25 anos em jornais e emissoras de televisão de Chapecó, Blumenau, Joinville e Florianópolis. Foi repórter, editor, apresentador e gestor de equipes de TV, entre elas a chefia de redação da RBS TV. Tem experiência em assessoria de comunicação e relações públicas nas áreas governamental e privada. Conhece em detalhes a rotina de cantinas que produzem vinho colonial no Oeste do estado e alambiques do Vale do Itajaí. Fez cursos de coquetelaria (Senac) e produção artesanal de cerveja (Escola Superior de Cerveja e Malte). Apaixonado por vinhos, estuda o assunto desde 2001.

Comentários