20.9 C
fpolis
20.9 C
fpolis
segunda-feira, 4 julho, 2022

Prêmio Desterro movimenta o verão da ilha a partir de amanhã

Últimas notícias
Prêmio Desterro movimenta o verão da ilha a partir de amanhã
Foto Patrick Vanin

Floripa sedia mais uma edição do Prêmio Desterro, projeto que começa amanhã, terça-feira (25), e segue até o fim de semana (30).

Mais de 1.000 mil bailarinos de diversas partes do país movimentam os dois palcos do festival de dança.

A Mostra Competitiva e agenda de workshops será no Teatro Ademir Rosa, no CIC, e a Mostra Paralela, com apresentações comentadas por profissionais da cena artística convidados tem agenda fixa no Floripa Airport. Por lá, no fim de semana, vai rolar a Batalha de Danças Urbanas, com a revelação dos talentos do Hip Hop e Breaking.

Tem atrações gratuitas e outras com convites à venda na Blueticket, os interessados podem conferir tudinho no site oficial do www.premiodesterro.com.br

*****

 

Dia de divar

A semana começa com festa para a bailarina e terapeuta Daniela Angeli. Feliz aniversário, Diva Divina! Que a gente continue trilhando a vida lado a lado, com esse amor e energia que faz da nossa amizade essa irmandade. Love you!

*****

 

Manual do investidor leigo

 

 

Nunca se falou tanto sobre investimentos como nos últimos anos no Brasil. Interessada em colocar as contas em dia e aprender como fazer o dinheiro render mais, a população tem buscado conhecimento em fontes diversas, muitas vezes não qualificadas, expondo o capital a riscos e gerando traumas em algumas situações. 

 

“O que as pessoas precisam entender é que para investir bem não é preciso ser um expert. Existe o básico, o ‘arroz com feijão’ para ter saúde financeira e investir com segurança. Tendo esse conhecimento, a pessoa ficará mais protegida e saberá, inclusive, quem são os profissionais habilitados para ajudar na hora de investir, caso seja de sua vontade delegar a gestão de seus investimentos”, explica o economista Fábio Andrades Louzada que acaba de lançar o livro “Manual do investidor leigo – Conheça as regras do jogo pelo olhar de um especialista”, publicado no Brasil e em Portugal.   

 

Na obra, Louzada compartilha o conhecimento que adquiriu em mais de uma década como consultor de investimentos nos bancos Bradesco Prime, Santander Select, Citibank e Itaú Personnalité. “Organizei em 14 capítulos um conteúdo feito sob medida para quem não sabe nada sobre investimentos. Todo o conteúdo foi pensado para ajudar o leitor a ter mais confiança, desmistificar o mercado, saber quais são as principais modalidades de investimentos e transpor o medo que o impede de ser um investidor”, explica o autor.

***** 

 

Clima sedutor da Suíte do Ballet Carmen 

Depois de dois anos longe dos palcos, o espetáculo “Suíte do Ballet Carmen”, com a Camerata Florianópolis e a Associação Cultural Arte.Dança, está de volta.

A peça do repertório clássico que se tornou extremamente popular e que define com profundidade a alma espanhola, será apresentada no Teatro Ademir Rosa (CIC), às 20h30, nos dias 4 e 5 de fevereiro.

A regência da orquestra será do maestro Jeferson Della Rocca e a direção dos bailarinos, de Letícia Gallotti. Os ingressos podem ser adquiridos no site da Blueticket e na sede da Camerata.

“Nesta versão apresentada pela Camerata com a Arte.Dança, ‘Carmen’ não é interpretada por apenas uma bailarina, mas por seis, o que mostra a diversidade de características e adjetivos que esta personagem carrega”, diz a professora e bailarina Letícia Gallotti, responsável pela adaptação e coreografia do espetáculo. São, ao todo, 24 bailarinos, entre eles Adilso Machado, que interpreta Don José, e Danny de Souza, que incorpora o toureiro. Esse é um dos poucos espetáculos que os músicos da orquestra não se apresentam no palco, mas no fosso do teatro. 

 

Compromisso com o Ballet

A Associação Cultural Arte.Dança foi fundada em 2006 com o objetivo de dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo corpo docente da tradicional Escola de Dança Albertina Ganzo, após seu fechamento. O compromisso do grupo é com o ensino do ballet clássico e com o aperfeiçoamento da arte da dança. Seu quadro de docentes e direção conta com profissionais que trabalham há mais de uma década juntos, como Letícia Gallotti, Malu Rabelo, Cristina Schmitt, Juliana Gallotti e Lela Martorano.

*****

 

 Alimentação e hidratação no alto verão

O nutricionista Rodrigo Rüegg explica que, com o aumento da temperatura no corpo, o organismo produz mais suor na tentativa de equilibrar o excesso de calor, e é importante repor a água e os eletrólitos que são eliminados nesse processo. 

“A melhor forma de fazer isso é aumentando o consumo de água, sucos e chás, desde que não sejam cafeinados, porque esses podem levar a uma desidratação maior”, orienta o profissional. Frutas, verduras e legumes da estação também são recomendados para ajudar na reposição das vitaminas e minerais.

Alimentos como abacaxi, acerola, coco verde, laranja, manga, melão, melancia e uva estão mais baratos devido à sazonalidade, assim como chuchu, tomate, quiabo, abobrinha, brócolis, coentro, rabanete, rúcula, acelga e repolho.

Segundo Rodrigo, que também é docente do curso de Nutrição na Estácio, o consumo desses alimentos não é uma orientação específica para apenas uma estação: as recomendações de alimentação saudável devem ser adotadas por todo ano. “Além da ingestão de água, de frutas e verduras, é sempre benéfica a redução de consumo de frituras e de alimentos muito açucarados, que deve seguir ao longo de todo o ano”, aconselha.

 

E a geladinha?

Em épocas de temperaturas mais altas é também comum o aumento do consumo de bebidas alcoólicas geladas, como cervejas e drinks. Em relação a isso, o profissional faz um alerta.

“O grande problema é que o álcool presente nessas bebidas inibe o hormônio antidiurético, o que faz com que a gente perca bastante água na urina, principalmente. Isso associado ao excesso da produção de suor pode acarretar na desidratação que é tão comum no dia posterior, como a famosa ‘ressaca’. Então a recomendação é que se for beber uma lata de cerveja, por exemplo, consuma também um copo de água para minimizar a desidratação”, adverte Rodrigo.

 

Yula Jorge
Jornalista graduada pela UFSC. Antes disso estudou e viveu quatro anos entre o Canadá e os Estados Unidos e quando retornou a sua terra natal, Goiânia, graduou-se pela PUC em Secretariado Bilíngue. Logo mudou-se para Florianópolis, ingressou na Universidade Federal, e da ilha não saiu mais. Atua como colunista desde 2012, assinou uma coluna diária no jornal Notícias do Dia por alguns anos, e, paralelamente, foi repórter da RICTV Record e Record News. Traz todos os dias o que rola de especial em Floripa e Santa Catarina: sobre quem acontece, empreende, se engaja em causas legais. O que inaugura, as festas bombásticas, as melhores casas, restaurantes, os shows, as ações bacanas e o voluntariado.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Todo mundo virou jornalista

Ficou no passado a visão romântica de que Jornalismo bem feito é aquele conhecido pela isenção, que procura apresentar...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }