Novembro 19, 2020

Primeira vereadora negra eleita em Joinville é vítima de racismo e ameaças

Primeira vereadora negra eleita em Joinville é vítima de racismo e ameaças
Reprodução

Depois de tornar-se a primeira vereadora negra eleita da história de Joinville, no último domingo, 15, a professora Ana Lúcia Martins tem sofrido ameaças de morte e ataques de injúria racial nas redes sociais. Em uma das mensagens, uma pessoa afirma: "Agora só falta a gente matar ela e entrar o suplente que é branco (sic)".

"Sabia que não seria fácil. Estava ciente que enfrentaria uma certa resistência em uma cidade que elegeu apenas na segunda década do século 21 a primeira mulher negra. Só não esperava ataques tão violentos", disse Ana Lúcia nas redes sociais.

"Por meio de um perfil fake, recebi, por duas vezes, ameaças de morte, evidenciando que o problema central era eu ser a primeira mulher negra eleita da cidade. Esse perfil fake destila no Twitter todos os tipos de preconceitos e discriminações possíveis e, em diversas situações, deixa claro estar organizado com outras pessoas de Santa Catarina, em uma denominada 'Juventude Hitlerista'", denuncia Martins.

Segundo as informações do G1, a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) instaurou inquérito na tarde ontem, 18, por injúria racial e ameaça, após um boletim de ocorrência pelos mesmos crimes ser registrado.

Com 54 anos, Ana Lúcia recebeu 3.126 votos (1,18%). Segundo a vereadora, antes mesmo de sair os resultados das urnas, começaram os ataques, que, depois, foram agravados por duas ameaças.

Tags:
eleicoes2020
Compartilhe: Compartilhe no FacebookCompartilhe no TwitterCompartilhe no Linkedin

Artigos Relacionados

Redação Making Of

Comentários

Media Social

Fique por dentro

Receba novidades no seu e-mail!