10.3 C
fpolis
10 C
fpolis
sábado, 21 maio, 2022

Salário abaixo do mínimo

Fonte: Pixabay
Últimas notícias

Segundo cálculo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) o salário-mínimo de um trabalhador e sua família deveria ser de R$6.394,76 e não os atuais R$1.200,00. Paralelamente a esse constatação, o Dieese também aponta o aumento da cesta básica aumenta em 17 capitais e compromete de 58% a 65% do salário mínimo, ou seja, além dos produtos da cesta básica estarem subindo, o salário é uma ilusão para milhares de brasileiros cuja renda não alcança ou sequer se aproxima do salário mínimo ideal. O Governo Federal prevê um aumento de R$81,00 no atual piso nacional, subindo R$1.293,00, porém o aumento é insuficiente diante das necessidades básicas do trabalhador. A valorização do salário mínimo continua sendo uma das principais ferramentas de distribuição de renda e como alavanca para o desenvolvimento socioeconômico e deveria ser prioridade para a política econômica nacional, lembrando que o aumento no salário mínimo tem efeito multiplicador sobre a renda.

 

Janine Alves
Graduada em Economia e doutora em Gestão do Conhecimento, faz parte do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Conhecimento, Aprendizagem e Memória Organizacional (Interdisciplinary research group on knowledge, learning and organizational memory), núcleo de excelência em pesquisa científica e tecnológica, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (PPGEGC/UFSC). Trabalhou como: professora da UFSC e Univali, colunista de economia do Grupo RIC Record (Jornal Notícias do Dia e Ric Record TV) e analista de economia na RBS - TV/ NSC - Diário Catarinense, Consultora de Economia Internacional para a CIP Cosultores – Espanha, Diretora do Escritório do Governo da Galicia/Espanha no Brasil, Diretora de Integração Internacional e Consultora de Economia do Governo de Santa Catarina (Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Assuntos Internacionais), etc.
Mais notícias para você
Últimas notícias

Os “semideuses” da era digital e a guerra pelo poder

Os “semideuses” da era digital e a guerra pelo poder “Nossos ídolos ainda são os mesmos...”, escreveu Belchior na linda...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }