16.6 C
fpolis
16.6 C
fpolis
segunda-feira, 4 julho, 2022

SC alerta para aumento de casos de doenças respiratórias em crianças

Freepik
Últimas notícias

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina emitiu uma nota de alerta nesta terça-feira, 24, sobre o aumento de casos de doenças respiratórias em crianças nas últimas semanas. A taxa de ocupação de leitos de UTI pediátrico para tratamento de síndromes respiratórias em crianças tem alcançado índices de 100%.

Na nota, o estado reforça que trabalha para garantir o atendimento pleno aos pacientes pediátricos, mas alerta a toda a população catarinense sobre a importância das medidas de prevenção e proteção contra doenças respiratórias nas crianças, em especial contra a gripe (influenza) e a Covid-19.

Conforme o último boletim epidemiológico da gripe, já foram confirmados 157 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave por influenza em Santa Catarina, dos quais 28 evoluíram para óbito. A maior parte dos casos de SRAG foi causado pelo subtipo Influenza A (H3N2), responsável por 113 casos e 23 óbitos. Em relação as crianças de 0 a 9 anos, foram registrados 36 casos e 2 óbitos, sendo 28 casos e 2 óbitos causados pelo vírus Influenza A(H3N2).

Cabe lembrar que a vacina contra influenza trivalente que está sendo utilizada na campanha de vacinação contra gripe protege contra três tipos de vírus: Influenza A (H1N1), Influenza A(H3N2) e Influenza B. Portanto, é de suma importância para a proteção das crianças a vacinação contra influenza, o mesmo para a Covid-19, que o imunizante já é aplicado em crianças maiores de 5 anos.

A cobertura das duas vacinas em crianças no estado ainda é baixo. Em relação a vacinação contra a gripe (influenza), até o momento já foram aplicadas pouco mais de 89.447 doses de vacinas contra influenza em crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, das quais 15.489 foram primeira dose, 474 foram segunda dose e 73.484 doses únicas. Isso equivale a uma cobertura de 20,3%, muito abaixo da meta a ser alcançada de 90% de cobertura até o final da campanha.

Quanto à Covid-19, já foram aplicadas pouco mais de 397.560 doses em crianças de 5 a 11 anos, das quais 271.660 (cobertura de 42,3%) foram como primeira dose e 125.990 doses (cobertura de 19,6%) foram de segunda dose, completando o esquema vacinal.

Entre as medidas de prevenção destacadas pela Secretaria da Saúde estão: evitar espaços mal ventilados e aglomerações, manter distanciamento físico, lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool gel 70%, praticar a etiqueta da tosse cobrindo o rosto com o antebraço ao tossir ou espirrar, evitar frequentar ambientes coletivos em especial salas de aula se estiver com sintomas respiratórios e usar máscara de forma adequada cobrindo o nariz e a boca sempre que estiver num ambiente público.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Todo mundo virou jornalista

Ficou no passado a visão romântica de que Jornalismo bem feito é aquele conhecido pela isenção, que procura apresentar...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }