18.2 C
fpolis
18.5 C
fpolis
sábado, 25 junho, 2022

Soldado russo é condenado à prisão perpétua por matar civil

Reprodução/YoutTube/UOL
Últimas notícias

O sargento russo Vadim Shishimarin, 21 anos, foi condenado nesta segunda-feira, 23, à prisão perpétua por ter atirado contra um civil ucraniano em um vilarejo próximo a Kiev. Ele é o primeiro militar russo a responder em um tribunal da Ucrânia por crimes de guerra desde a invasão do país, em 24 de fevereiro.

Conforme reportagem do site da Deutsche Welle, empresa pública de radiodifusão da Alemanha, durante o julgamento, em Kiev, o sargento se declarou culpado pela morte de um homem de 62 anos em 28 de fevereiro, apenas quatro dias após o início da invasão da Ucrânia pela Rússia. O militar também pediu perdão à viúva da vítima e disse que disparou sob ordens de dois oficiais superiores.

Em silêncio, sentado dentro de uma câmara de vidro reforçado no tribunal, o soldado russo não demonstrou emoção alguma ao escutar o veredicto, destaca a mesma reportagem.

Mais notícias para você
Últimas notícias

Primeiro livro sobre dança contemporânea voltado para crianças em SC

Não é possível medir com exatidão os resultados de um projeto cultural porque há sempre uma imensidão entre os...
.td-module-meta-info { font-family: 'Open Sans','Open Sans Regular',sans-serif; font-size: 14px !important; margin-bottom: 7px; line-height: 1; min-height: 17px; } .td-post-author-name { font-size: 14px !important; font-weight: 700; display: inline-block; position: relative; top: 2px; }